Centro de Imagem retoma atividades em Volta Redonda

Local prepara a ampliação de oferta para exames de raio-X

Por O Dia

O Centro de Imagem Gecy Vieira Gonçalves, que fica no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, retomou suas atividades
O Centro de Imagem Gecy Vieira Gonçalves, que fica no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, retomou suas atividades -
Volta Redonda - O Centro de Imagem Gecy Vieira Gonçalves, que fica no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, retomou suas atividades e se prepara para aumentar a oferta de radiografia à população. Com a aquisição de nova central de revelação, mais dois aparelhos passarão a atender os pacientes da rede pública de saúde após a pandemia, aumentando a capacidade instalada de exames de raio-X de cem para mais de 300 por dia.
Antes da covid-19, quando o setor foi fechado para atender os pacientes com o novo coronavírus, eram oferecidos 120 exames diariamente com apenas um aparelho. A secretária municipal de Saúde, Flavia Lipke, destaca que o número de atendimentos foi reduzido para 30% da sua capacidade total em função da pandemia, registrando uma média 40 exames de raio-X por dia. Além disso, o Centro de Imagem está realizando 32 exames de mamografia e 40 de ultrassonografia diariamente.
“Estamos seguindo todas as orientações de segurança e prevenção contra a covid-19. Portanto, serão agendados três pacientes a cada meia hora. Além disso, estamos aproveitando o Outubro Rosa, mês de conscientização para o controle do câncer de mama, e proporcionando um maior acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento, contribuindo assim para a redução da mortalidade”, disse a secretária.
Segundo as informações da Secretaria de saúde, o atendimento será realizado durante todos os sábados do mês de outubro. Serão ofertados 40 exames, sendo 20 na parte da manhã e outros 20 durante a tarde. O funcionamento do Centro de Imagem é de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h e aos sábados funcionará das 8 às 17 horas.
A aposentada Ana Maria da Silva, 62 anos, moradora do bairro Açude, estava aguardando para fazer seu exame de mamografia desde o início da pandemia.
“Meu exame estava marcado para março, mas teve que ser cancelado por conta da pandemia. Assim que voltaram a fazer os exames já fui agendada. Hoje vou fazer a minha mamografia e já estou agendada para fazer também uma ultrassonografia. Isso tudo de forma segura e tranquila”, disse a aposentada.
Centro de Doenças Respiratórias (CDR)
Desde a quarta-feira, dia 07, o Centro de Doenças Respiratórias (CDR), que foi transferido para o Hospital Municipal do Idoso e está atendendo normalmente. O Hospital passa a abrigar também leitos exclusivos para o tratamento de covid-19, sendo 22 de enfermarias e oito de Centro de Tratamento Intensivo (CTI).

Comentários