Alex Martins se reúne com taxistas do bairro Retiro em Volta Redonda - Divulgação
Alex Martins se reúne com taxistas do bairro Retiro em Volta RedondaDivulgação
Por O Dia
Volta Redonda - Segurança, condições de conservação das vias públicas e mobilidade urbana foram os principais temas abordados pelo candidato a prefeito de Volta Redonda Alex Martins (PSB) na manhã desta terça-feira, dia 13, durante encontro realizado com taxistas no centro comercial do Retiro.
Num corpo a corpo pela avenida principal do bairro, Alex aproveitou o momento para detalhar o plano de governo da coligação Pra fazer Volta Redonda Melhor, que reúne o PSB, a Rede Sustentabilidade e o PDT, e foi construído com a participação cidadã e popular.
Publicidade
“Nosso governo será lado a lado com a população buscando resolver, de maneira urgente, as questões que afligem a nossa gente. Temos uma grande preocupação em manter a segurança do município. Acreditamos que o poder Público precisa repactuar a sua relação com o 28º Batalhão da Polícia Militar a fim de desenvolver projetos preventivos nas escolas e nos bairros. Também é necessário repensar a atribuição da Guarda Municipal. Trabalhamos na perspectiva de uma corporação com uma estrutura determinante para o desenvolvimento de uma política de proteção aos interesses mais gerais das comunidades e não apenas como guardiã do patrimônio público” disse.
Com referência à mobilidade urbana, o candidato falou da necessidade da criação de acessos adequados para usuários do transporte coletivo, taxis e aplicativos, além de ações que possibilitem a implantação gradual de requalificação de calçadas, semáforos sonoros e planejar a conexão entre os acessos à cidade para o tráfego sustentável.
Publicidade
A baixa qualidade dos serviços de asfaltamento das vias públicas também foi alvo da conversa. “Não dá para aceitar serviços de qualidade duvidosa com preço de pavimentação de primeira linha. Isso é uma falta de respeito com o cidadão volta-redondense e com o dinheiro público. Nossa gestão será focada na eficiência dos serviços, com a valorização do funcionalismo”, concluiu.