Dayse Penna participa de roda de conversa com associação de moradores em Volta Redonda - Divulgação
Dayse Penna participa de roda de conversa com associação de moradores em Volta RedondaDivulgação
Por O Dia
Volta Redonda - Dayse Penna participou na noite de quinta-feira, dia 15, de uma roda de conversa no bairro São Cristóvão. A reunião foi organizada pelo setor 6 que é composto pelos bairros São Lucas, Minerlândia, São Cristóvão, Eucaliptal, Santa Inês e São Carlos. Os representantes da associação de moradores dos bairros levaram perguntas dos munícipes para a candidata.
Entre os questionamentos estavam temas sobre: habitação, economia pós-pandemia, investimentos além do aço, telemedicina, educação, inclusão social, mobilidade, transporte público, OSs, mobilidade urbana, equipe de governo, relação com associação de moradores, infraestrutura, funcionalismo público, saúde domiciliar e esporte. Um dos pontos de destaque da conversa foi quando Dayse apresentou sua visão sobre mobilidade urbana.
Publicidade
“Eu moro num bairro de passagem, sei exatamente a dor com um volume imenso de trânsito. A primeira alternativa é a educação, nossas crianças precisam entender que andar a pé é possível’, pontuou Dayse e afirmou ainda que enquanto presidente da Associação de Moradores do Conforto já se preocupava.
“Tem uns oito anos que eu solicitei uma ciclofaixa na Rua Dois, atenderia tanto o Conforto como o São Carlos, Eucaliptal e Duzentos e Quarenta e Nove. Se tivéssemos o serviço de bicicletas compartilhadas conseguiríamos minimizar a quantidade de carros e de pessoas que tem que usar ônibus. Depois é transformar em ciclovia, pensar estratégias de centros comerciais no próprio bairro, mas principalmente fazer com que a cidade respeite todos os tipos de mobilidade”, disse.
Publicidade
A candidata citou ainda o projeto Pé e Pedal que é parte do seu plano de governo para o município e consiste em criar condições para que a caminhada e o ciclismo sejam opções para o cidadão de Volta Redonda se deslocar dentro da cidade. Através da construção de ciclofaixas, ciclovias, bicicletários e pequenos espaços de apoio com sombra, água e bancos dar suporte aos usuários dessas modalidades, assim como incentivar as empresas a adotarem medidas semelhantes em seus estabelecimentos. Referindo-se a transporte público Dayse afirmou “Sempre tive minhas ideias com relação a utilização das linhas férreas, inclusive já falei disso ao governo do estado, vou dizer sempre que não estar engessado é a melhor alternativa”, pontuou.
Questionada a respeito da atenção que dará às Associações de Moradores durante seu governo, Dayse afirmou que um governo democrático cuida de todos os bairros. “O prefeito é um servidor e ele precisa dar mostras de que respeita a democracia. As associações de moradores tem que ser recebidas com tapete vermelho mesmo, não tem que inventar nada tem que seguir a lei. Do meu ponto de vista o prefeito tem que ter cuidado com todos os bairros e o orçamento participativo deve ser embasado no diagnóstico de cada bairro. É óbvio que é meu compromisso, presidente de associação de moradores você está comigo (no governo) porque eu sei qual é a sua necessidade”, concluiu.