Alex Martins fala sobre desenvolvimento econômico  - Divulgação
Alex Martins fala sobre desenvolvimento econômico Divulgação
Por O Dia
Volta Redonda - O candidato a prefeito de Volta Redonda Alex Martins (PSB) disse que uma das questões mais preocupantes no cenário atual é o desemprego e a informalidade. Ele considera que o município, assim como as demais localidades do país, vinha amargando os resultados da retração econômica e a pandemia do coronavírus agravou ainda mais a situação.
“Nós pensamos o desenvolvimento econômico de forma mais ampla, contemplando também o desenvolvimento social. Nossa meta é transformar Volta Redonda em referência na economia no Estado do Rio de Janeiro, através da força que tem o comércio e a indústria. Mas queremos ir além e fomentar outras fontes de consumo, estimulando as cooperativas de trabalho com foco no empreendedorismo, a economia solidária e as parcerias entre a Prefeitura, o Sebrae, o Sicomércio, a CDL, a Aciap e as universidades. Assim, conseguiremos estabelecer uma economia forte, duradoura e crescente”, disse.
Publicidade
O candidato falou ainda que o desenvolvimento precisa considerar as potencialidades do município e as atividades que podem ser realizadas em sua extensão territorial. “Essa avaliação contempla, inclusive, as iniciativas que podem ser fomentadas em nível regional de forma a provocar sinergias importantes para o mutuo benefício e desenvolvimento do Sul Fluminense. Há de se considerar que o período pós-pandêmico será de muita cautela e ponderação frente à ociosidade industrial, os elevados índices de desemprego, crédito contido e seletivo e o fim ao auxílio emergencial do Governo Federal”.
Segundo Alex Martins, o governo irá implementar as propostas elaboradas com a participação da população, tendo como foco prioritário as seguintes questões: instituir o programa de premiação com descontos em impostos para os pagamentos antecipados e em dia; incentivar a regularização das propriedades em inventário objetivando o acesso e a facilitação para a regularização de imóveis; fomentar a abertura de novas empresas no município; estimular o crescimento da agricultura familiar em seus diversos setores; incentivar o crescimento do turismo cultural e promover o desenvolvimento dos negócios locais gerando uma atmosfera que estimule o crescimento do setor.