Eleições 2020 em Volta Redonda - Divulgação
Eleições 2020 em Volta RedondaDivulgação
Por O Dia
Volta Redonda - Com a candidatura indeferida no último sábado, dia 24, pela Justiça Eleitoral, Antônio Francisco Neto, entrou com um recurso para continuar na disputa das eleições à prefeitura de Volta Redonda. Além de Neto, outros dois candidatos tiveram suas candidaturas indeferidas no município, Luís Eugênio do PCO e Mônica Teixeira do PSTU, eles também entraram com recurso como consta no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Na cidade, ainda existe o indeferimento da candidatura de Cerezo 88 do PT, mas neste caso, não há registro de recurso.

De acordo com o TSE, a candidatura de Antônio Francisco Neto aparece como indeferida devido à Lei Complementar 64/1990, Lei da Ficha Limpa, que proíbe candidaturas com condenações em decisões colegiadas de segunda instância. Na situação de Neto, ele teve as contas relativas ao exercício de 2011 e 2013, quando foi prefeito de Volta Redonda, rejeitadas pela Câmara Municipal que aderiu ao parecer prévio do TCE-RJ.

Já o candidato Luis Eugênio foi indeferido por três motivos: indeferimento de partido ou coligação, ausência de requisito de registro e partido invalidado e Mônica Teixeira do PSTU foi indeferida por ausência de requisito de registro.

Os três processos aguardam decisão da Justiça Eleitoral e até o momento desta publicação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aparecem como ‘indeferido com recurso’. A situação de cada candidatura pode ser acompanhada através do site http://divulgacandcontas.tse.jus.br.