Volta Redonda retoma atividades físicas nos bairros seguindo as medidas de prevenção ao coronavírus - Divulgação
Volta Redonda retoma atividades físicas nos bairros seguindo as medidas de prevenção ao coronavírusDivulgação
Por O Dia
Volta Redonda - As atividades físicas nos núcleos da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Smel) nos bairros de Volta Redonda foram retomadas a cerca de dez dias. Para garantir o retorno da prática de exercícios em grupo, foi adotado um protocolo de prevenção à covid-19, de acordo com orientações da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Os interessados em participar devem procurar o núcleo mais próximo de casa ou o local onde faziam as aulas antes da pandemia. A Smel oferece aulas para o JAM (Jovens e Adultos em Movimento), MIM (Melhor Idade em Movimento), CEM (Crescer em Movimento), PID (Programa de Iniciação Desportiva) e PCDs (Pessoas com Deficiência).

As normas de saúde pública incluem uso obrigatório da máscara de proteção facial; distanciamento mínimo de dois metros entre as pessoas nos espaços de uso comum; os cumprimentos, saudações e contatos entre os responsáveis, alunos e professores devem ser evitados, respeitando o distanciamento adequado e as orientações de segurança e higiene; cada usuário deve portar seu álcool líquido ou gel a 70% para ser utilizado durante sua permanência no local; cada usuário deve levar sua garrafa de hidratação, preferencialmente, identificada; proibido o uso de bebedouros, exceto para abastecer a garrafa de hidratação; os vestiários estarão fechados para banho. Além disso, no caso das crianças, somente um responsável pode permanecer no local da aula para acompanhar o aluno.

Também segundo a Smel, todas as aulas estão com o número de alunos reduzido, respeitando a taxa máxima de ocupação estabelecida pelos Decretos Municipais nº 16.339 e 16.340 de 2020, além das resolução do CREF (Conselho Regional de Educação Física) nº 106/2019. O fluxo de entrada, saída e horário das aulas deve ser respeitado, evitando aglomerações no término de uma turma e com o início da outra.
Volta Redonda retoma atividades físicas nos bairros seguindo as medidas de prevenção ao coronavírus - Divulgação
Volta Redonda retoma atividades físicas nos bairros seguindo as medidas de prevenção ao coronavírusDivulgação


A secretária de Esporte e Lazer de Volta Redonda, Patrícia Monlevad, afirmou que o importante é garantir segurança para alunos e professores no retorno das atividades físicas em grupo neste período de pandemia da covid-19.

“Implantamos as medidas de prevenção adotadas pelo município, fixamos o informativo em local visível em todos os núcleos e também capacitamos os professores para que orientem os alunos sobre as medidas de prevenção”, afirmou, lembrando que durante o distanciamento social os alunos de todos os projetos da Smel puderam seguir os conteúdos publicados no canal virtual da secretaria para que se mantivessem ativos.

O JAM (Jovens e Adultos em Movimento) atende pessoas dos 18 aos 49 anos com opções de horário no início da manhã e à noite. São exercícios cardiorrespiratórios, corridas leves, saltitos e outros movimentos. Neste momento de pandemia, os professores não utilizam nenhum tipo de equipamento para evitar o uso partilhado e ainda não há contato com o solo, somente movimentos em pé.
Publicidade
Volta Redonda retoma atividades físicas nos bairros seguindo as medidas de prevenção ao coronavírus - Divulgação
Volta Redonda retoma atividades físicas nos bairros seguindo as medidas de prevenção ao coronavírusDivulgação


Segundo a diretora do Departamento Esportivo da Smel, Ana Paula Amaral, os professores passaram por treinamento para encarar este desafio.

“Precisamos nos adaptar a este novo modelo de aula e garantir os benefícios aos alunos. Os exercícios são importantes para a mobilidade articular, nosso corpo não foi feito para ficar parado. Além disso, promovem o melhor funcionamento do coração, pulmão, evitam problemas causados pelo sedentarismo como diabetes e hipertensão”, destacou.

Elizete do Carmo Vicente, de 37 anos, que frequenta o núcleo do bairro Siderlândia, comentou sobre o retorno das atividades.

“Acompanhei os exercícios pela SmelTV durante o período da pandemia, mas a aula presencial é um incentivo a mais. A presença da professora nos faz superar os limites a cada aula e, assim, me sinto disposta. O exercício contínuo me traz boa saúde”, disse.