Cemitério de Volta Redonda tem medidas de prevenção à covid-19 no Dia de Finados - Felipe Carvalho
Cemitério de Volta Redonda tem medidas de prevenção à covid-19 no Dia de FinadosFelipe Carvalho
Por O Dia
Volta Redonda - As pessoas que visitaram o Cemitério Municipal Bom Jardim Isidório Ribeiro, no Retiro, no Dia de Finados, 2 de novembro, foram recebidas já na entrada por Guardas Municipais e profissionais da prefeitura. As equipes alertavam para o uso de máscara e davam orientações de prevenção sobre o coronavírus em Volta Redonda.
Segundo o secretário municipal de Infraestrutura, Vinicius Ramos, as recomendações sobre controle de público no feriado de Finados partiu do Ministério Público. As medidas incluíram o uso obrigatório de máscaras, orientação sobre a importância da higiene das mãos com álcool em gel e de manter o distanciamento entre as pessoas.

Também foi proibido qualquer tipo de comércio e cultos religiosos no local. Para evitar aglomeração e contaminação cruzada não foram disponibilizados banheiros químicos e bebedouros. No feriado de Finados, todos os velórios foram realizados na Capela Mortuária Municipal, no Aterrado.

“Não podemos impedir que as pessoas visitem os túmulos de entes queridos. Mas, para garantir a segurança de todos, a prefeitura, junto com o Ministério Público, preparou esse protocolo especial de prevenção ao novo coronavírus”, explicou o secretário.
Publicidade
Ainda de acordo com as informações da secretaria municipal de Infraestrutura, o cemitério passou, recentemente, por reformas na parte administrativa, recebeu capina, roçadas, recuperação do pavimento, criação e sinalização viária, além de poda e limpeza.
Cemitério de Volta Redonda tem medidas de prevenção à covid-19 no Dia de Finados - Felipe Carvalho
Cemitério de Volta Redonda tem medidas de prevenção à covid-19 no Dia de FinadosFelipe Carvalho
Publicidade
Uma viatura da Guarda Municipal e uma ambulância ficaram de plantão no local, durante o feriado de Finados, para atender à população, em caso de caso necessidade. Além disso, membros do Conselho Tutelar do município também estavam no cemitério durante o período de funcionamento.
A aposentada, Lourdineia Amorim vai todos os anos ao cemitério, sempre no dia 2 de novembro. “Para mim já é uma tradição visitar os túmulos de meus pais no dia 2 de novembro. Eu notei que esse ano a entrada está controlada e todos seguindo as regras corretamente. Eu gostei”, disse.

O aposentado, André Luis Lima, também comentou a organização no controle de acesso ao cemitério. “Acho importante esse controle, pois evita aglomeração e a gente, que é do grupo de risco, se sente mais seguro”, comentou.