Entre as vantagens deste tipo de imunizante, a vacina independe do armazenamento em freezers, podendo ser transportada à temperatura ambiente e armazenada desta forma por meses - Geraldo Gonçalves/PMVR
Entre as vantagens deste tipo de imunizante, a vacina independe do armazenamento em freezers, podendo ser transportada à temperatura ambiente e armazenada desta forma por mesesGeraldo Gonçalves/PMVR
Por O Dia
Volta Redonda - No dia 1º de fevereiro começará uma nova etapa da vacinação contra a covid-19, em Volta Redonda. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), nesta fase irão receber a vacina, os agentes de endemias; profissionais da Vigilância Sanitária e Epidemiológica; profissionais das equipes do “Consultório na Rua”; profissionais do Serviço de Atenção Domiciliar e profissionais do Serviço de Perícia Médica, além dos profissionais das UBSFA Prefeitura de Volta Redonda, através da Secretaria Municipal de Saúde.
A vacinação acontecerá em nove Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSF): São Lucas; Jardim Belvedere; Conforto; São Geraldo; Roma II; Belo Horizonte; Retiro II; Santo Agostinho e São Luiz. Todas irão funcionar das 8h às 17h.
Publicidade
Entre os dias 03 e 05 de fevereiro, a vacinação será destinada aos profissionais de saúde com mais de 60 anos residentes no município e profissionais remanescentes dos hospitais, que atendem a casos suspeitos e confirmados de covid-19, ainda não atingidos pela vacinação.
A SMS ressaltou que haverá conferência de que estejam constando em listagens já encaminhadas pelas direções das instituições. Ainda de acordo com a Secretaria de Saúde, as pessoas com diagnóstico confirmado de coronavírus recente só devem se imunizar após 30 dias de alta e pessoas com quadros de síndrome gripal aguda (casos suspeitos da doença) devem buscar atendimento médico primeiro, não sendo indicada a vacinação.
Publicidade
Panorama da vacinação
A campanha de vacinação, em Volta Redonda, foi iniciada no dia 19 de janeiro, com 1.863 doses iniciais da vacina CoronaVac, disponibilizadas pelo Governo Federal, que foram aplicadas primeiramente na equipe volante de vacinação da Secretaria Municipal de Saúde; profissionais de saúde da linha de frente da covid-19; idosos que vivem em Instituições de Longa Permanência (ILPI), além dos trabalhadores dessas instituições; e pessoas com deficiência com mais de 18 anos que vivem em residências terapêuticas.
Publicidade
A campanha contou com uma nova remessa de 2.690 doses da vacina de Oxford/AstraZeneca, no dia 25 de janeiro. Com mais doses, o município conseguiu dar prosseguimento a primeira fase de vacinação e ultrapassou a marca de três mil doses aplicadas nos últimos dias, ainda no grupo prioritário estabelecido pelo Ministério da Saúde. Novas remessas de vacinas estão previstas para chegar a Volta Redonda nas próximas semanas.