Brasil

'Deve ter fantasma lá', disse Temer a Joesley sobre Palácio da Alvorada

'Como é que a Dilma aguentava ficar sozinha lá?' disse dono da JBS em resposta ao presidente

Brasília - Em gravação feita pelo dono do Grupo JBS, Joesley Batista, o presidente Michel Temer descreveu as noites de insônia no Palácio da Alvorada, onde ficou por apenas uma semana. Após relatar que não conseguiu dormir, o peemedebista disse ter perguntado a Marcela Temer, em uma das noites: "vamos voltar ao Jaburu?"

"Deve ter fantasma lá", afirmou o presidente a Joesley Batista. "Como é que a Dilma aguentava ficar sozinha lá?", replicou o empresário.

Em conversa gravada por dono da JBS, Michel temer revelou que não conseguiu dormir quando se mudou para Palácio da Alvorada. 'Deve ter fantasma lá'. Divulgação

O diálogo sobre as "assombrações" do Alvorada surgiu no fim da conversa, quando Joesley se preparava para se despedir.

Em março de 2017, uma semana depois de ter se mudado para o Palácio da Alvorada, Temer, a primeira-dama Marcela e o filho Michelzinho, de sete anos, voltaram a morar no Jaburu depois de a família passar o Carnaval na Base Naval de Aratu (BA). A atitude causou polêmica já que, para o peemedebista se instalar no Alvorada com a mulher e o filho, foi necessária uma reforma.

Durante a mesma conversa, o presidente supostamente dá aval para a compra do silêncio do deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), preso na Operação Lava Jato. A conversa com Temer teria ocorrido no dia 7 de março deste ano, no Palácio do Jaburu, residência do presidente.

No diálogo, Joesley teria dito ao peemedebista que estava pagando uma mesada a Cunha e a Lúcio Funaro, apontado como operador do ex-presidente da Câmara, também preso na Lava Jato, para que ambos ficassem em silêncio sobre irregularidades envolvendo aliados. "Tem que manter isso, viu?".

Relacionadas

    Comentários

    Mais lidas

      Escolha do Editor

        Newsletter

        Receba gratuitamente o melhor conteúdo de O DIA no seu e-mail e mantenha-se muito bem informado

        • Anuncie também pelo DIAFONE(21) 2532-5000
        Anuncie