Pesquisa: 80% dos universitários não sabem o que fazer profissionalmente

Psicóloga explica a diferença entre profissão e carreira

Por FRANCISCO ALVES FILHO

Dúvidas na carreira
Dúvidas na carreira -

Pesquisa da empresa de treinamento CMOV - Construindo Carreiras revela que 80% dos universitários brasileiros não sabem o que fazer profissionalmente. Foram entrevistados 2000 jovens, que também não têm ideia de como se capacitar para o mercado de trabalho. A psicóloga Sabina Augras, uma das fundadoras da CMOV, explica o resultado, em entrevista à coluna:

Qual a maior dificuldade dos estudantes para planejar a carreira?

Sabina Augras - A angústia dos jovens está muito focada na profissão, é mais voltada para qual faculdade e qual curso vão fazer. Depois de escolher, entram na faculdade e ficam lá quatro ou cinco anos estudando. Só quando vão para o mercado de trabalho é que saberão se estão ou não preparados. Decidir se vai ser advogado, médico, engenheiro não basta. Carreira é o que você vai fazer com essa escolha, qual caminho você traça dentro dessa profissão.

O que o jovem deve fazer ao chegar na faculdade?

Sabina - O quanto antes o jovem pensar numa trajetória é melhor. Que tipo de perfil ele tem? Deve se perguntar: meu estilo é mais empreendedor, mais chegado ao serviço público...? Se pensar sobre essa questão, fica mais clara a decisão da profissão também. (Veja mais sobre como construir uma carreira)

Profissão e carreira (2)

O que essa pesquisa revelou quanto a essa realidade?

Sabina - Eles não sabem se o que escolheram é realmente o que querem fazer, não sabem o que vão fazer com aquela faculdade que estão cursando, estão perdidos. Estou em Engenharia, mas o que faço com a minha profissão? Estou em Administração, o que vou fazer com isso? É preciso tratar das competências comportamentais, é o que faz a diferença. Não se encontra isso nas escolas, nas faculdades. O mercado busca quem tem comunicação assertiva, liderança, pensamento crítico...muito mais que formação técnica.

Profissão e carreira (3)

A pessoa nasce com isso, ou pode aprender?

Sabina - Há pessoas que, pela formação familiar, pela personalidade ou pelo estilo, tem mais facilidades para algumas competências. Mas hoje há um ferramental que ajuda bastante a desenvolver isso. Pessoas que são introspectivas se tornam comunicadores. É possível aprender resiliência, ou seja: receber as situações ruins e saber como se recuperar.

Errata: profissionais técnicos

O presidente do Sindicato dos Profissionais Técnicos Industriais de Ensino Médio, Antonio Jorge Gomes, escreve para corrigir média salarial dos técnicos, publicada na coluna. O piso salarial desses profissionais no estado é de R$ 2.421,77.

Da forma que publicamos, involuntariamente desvalorizamos esse grupo profissional, tão importante para o desenvolvimento industrial do Brasil em várias áreas. Agradecemos a Antonio Jorge pela correção.

Prouni

O Ministério da Educação divulga amanhã o resultado da segunda chamada do Programa Universidade para Todos. A lista dos candidatos pré-selecionados na segunda etapa estará disponível na página do programa.

 

Comentários