Botafogo

Presidente do Botafogo avisa que não vai facilitar a saída de Bruno Silva

Com Cruzeiro e Inter interessados no volante, Carlos Eduardo Pereira diz que clubes terão que melhorar ofertas

Rio - O presidente Carlos Eduardo Pereira avisa que não será fácil tirar Bruno Silva do Botafogo. O jogador interessa a Cruzeiro e Internacional, mas, por enquanto, as propostas foram recebidas com reserva pelos alvinegros. O entendimento é que o volante eleito para a seleção do Brasileiro se valorizou muito na atual temporada e não pode ser envolvido em troca por nomes de segundo escalão.

Carlos Eduardo Pereira diz que o futuro de Bruno Silva já está definido Vitor Silva / SS Press

"O futuro do Bruno Silva está definido, pois tem contrato com o Botafogo até 31 de dezembro de 2018. Temos dois clubes interessados no atleta, que é de muita qualidade, extremamente importante para o Botafogo, que não tem interesse em negociá-lo. Mas vamos aguardar o que esses clubes vão nos apresentar", disse Carlos Eduardo Pereira ao 'SporTV'.

Bruno Silva tem multa rescisória de R$ 20 milhões o clube carioca detém 40% do valor (R$ 8 milhões). O Cruzeiro colocou na mesa nomes como Rafael Marques, Élber e Fabrício Bruno, mas que não foram bem recebidos. O Inter acenou com Sasha, que também não empolgou. Em contrapartida, o Alvinegro pediu à Raposa Arrascaeta ou Rafinha e, ao Colorado, Willian Pottker, mas não houve avanço.

Ao participar de programa na 'TV Gazeta', Bruno Silva falou que a negociação vem sendo conduzida pelo empresário Carlinhos Sabiá: "Estou deixando nas mãos dele, que sabe o que é melhor para o Bruno, para o Botafogo. Se for Inter, se for Cruzeiro Ele vai resolver e nesta semana vamos saber meu destino. A princípio, sou jogador do Botafogo e tenho contrato até o fim do ano que vem."

RENOVAÇÕES INDEFINIDAS

As renovações de contrato no Alvinegro estão em compasso de espera. Nomes como o zagueiro Emerson Silva, os laterais Luis Ricardo e Gilson e os volantes Dudu Cearense e Airton ainda não sabem se seguirão no clube em 2018.

Com o acerto de Roger com o Inter e a volta de Guilherme para o Grêmio, o ataque é prioridade. Rafael Moura, de saída do Atlético-MG, interessa, apesar de ser considerado caro. Outra opção é Bergson, artilheiro da Série B pelo Paysandu, com 16 gols. O problema é que, num primeiro contato, ele teria pedido alto e, agora, entrou na mira do Vasco.

Relacionadas

    Comentários

    Mais lidas

      Escolha do Editor

        Newsletter

        Receba gratuitamente o melhor conteúdo de O DIA no seu e-mail e mantenha-se muito bem informado

        • Anuncie também pelo DIAFONE(21) 2532-5000
        Anuncie