Vasco

Vasco perde seis mandos de campo pelos incidentes do clássico com o Flamengo

Equipe deve atuar no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda

Rio - O Vasco terá um adversário a mais no Campeonato Brasileiro. Além de enfrentar os rivais em campo, a equipe cruzmaltina foi julgada nesta segunda-feira pelo STJD e perdeu seis mandos de campo na competição, ficando desta forma sem São Januário, que continua interditado.

Vasco ficará em jogar sem São Januário Márcio Mercante / Agência O Dia

Além disso, pagará multa de R$ 75 mil. A punição está relacionada aos acontecimentos no clássico entre Vasco e Flamengo, em São Januário, em partida válida pela 12ª rodada. O clube rubro-negro terá que pagar multa de R$ 5 mil por causa de uma lata jogada por sua torcida.

FOTOGALERIA: Muita confusão e um torcedor morto em clássico em São Januário

O Vasco foi multado em R$ 15 mil pelo artigo 211. Em relação ao artigo 213, foram mais R$ 60 mil de punição, por maioria de votos. A liminar que interditava o estádio de São Januário continua valendo.

Desta forma, o Vasco só poderá atuar numa praça a 100 Km da cidade do Rio de Janeiro. Manaus ofereceu a Arena da Amazônia para que o time carioca jogasse suas partidas. No entanto, a equipe precisa jogar dentro do estado do Rio de Janeiro. A opção mais viável é atuar em Volta Redonda, apesar de a cidade ser conhecida pelo baixo público no Raulino de Oliveira.

A decisão desta segunda-feira cabe recurso no Pleno do tribunal. Tanto o Vasco como a Procuradoria podem entrar com pedido de revisão da pena.

Relembre a confusão

Mais uma vez a violência nos estádios deixou o futebol em segundo plano. Um homem morreu baleado no tórax em confusão entre torcedores e a Polícia Militar após o jogo entre Vasco e Flamengo, válido pelo Brasileirão, em São Januário. Outras três pessoas ficaram feridas.

Confusão marcou o fim do clássico entre Vasco x Flamengo Márcio Mercante / Agência O Dia

O incidente ocorreu perto do portão 9 de São Januário, minutos após o clássico. O torcedor baleado no tórax chegou a ser levado para o Hospital Souza Aguiar, no Centro, mas já chegou morto.

Depois do jogo, além da confusão dentro do estádio, houve confrontos no entorno de São Januário, com grupos de torcedores do Vasco tentando agredir a Polícia Militar com pedras e garrafas. Para evitar um caos ainda maior, a torcida do Flamengo ficou retida dentro de São Januário.

Incidentes começaram dentro do estádio

Após o apito final de Anderson Daronco, torcedores vascaínos passaram a jogar muitos objetos no gramado e alguns ameaçaram invadir o campo. Os jogadores do Flamengo e a arbitragem, preocupados, permaneceram no centro do campo, protegidos pelo policiamento que atuava dentro do estádio. "Isso aí é perigoso. Aí no meio tem criança. É triste demais", lamentou Éverton, em entrevista ainda no gramado. A PM atirou bombas de efeito moral em direção às arquibancadas para dispersar os mais agressivos e a correria tomou conta do estádio.

Durante o intervalo, os vascaínos que estavam próximos às cordas que dividiam as torcidas já haviam provocado a ação da PM, que lançou spray de pimenta para conter os mais agressivos. Além disso, um torcedor do Vasco que tentou invadir o campo, depois do gol do Flamengo, pulando a proteção acrílica que separa o gramado, ficou ferido e teve que ser atendido no local.

Relacionadas

    Comentários

    Mais lidas

      Escolha do Editor

        Newsletter

        Receba gratuitamente o melhor conteúdo de O DIA no seu e-mail e mantenha-se muito bem informado

        • Anuncie também pelo DIAFONE(21) 2532-5000
        Anuncie