Imóveis & Casa

Cuidados com as instalações de gás

Na hora de reformar, confira se está tudo em ordem para evitar acidentes

Rio - Planejar a reforma do imóvel vai muito além da escolha dos revestimentos ou dos acabamentos. No caso das cozinhas e dos banheiros, é importante conferir se está tudo em ordem com as instalações de gás.

Ventilação, localização do aquecedor, portas e reformas. Confira as orientações dos técnicos da CEG quando for passar por uma reforma Ilustração André Mello

A prevenção evita dores de cabeça e, principalmente, acidentes que podem colocar em risco a vida dos moradores. Vale lembrar que toda reforma precisa de acompanhamento de um arquiteto e engenheiro, profissionais aptos a desenvolver o projeto e a acompanhar a obra do começo ao fim. Confira, a seguir, oito cuidados elaborados por técnicos da CEG:

Ventilação

Durante a reforma, principalmente em locais onde há instalação de aparelhos a gás, é importante não excluir a ventilação permanente. Isso vale para áreas de serviço, cozinha e banheiro, onde geralmente estão os aquecedores a gás e fogões. Não se deve tirar uma janela ou colocar paredes ou qualquer objeto que impeçam a circulação permanente do ar.

Localização do aquecedor

Se o seu aquecedor estiver instalado no banheiro, avalie a possibilidade de aproveitar a reforma para transferir o aparelho para a área de serviço. O local é mais indicado para fazer a instalação de aparelhos a gás.

Registro do gás

É comum que, durante a instalação de armários planejados, as pessoas escondam o registro do gás por uma questão estética. Entretanto, esta conduta é condenada pelas normas de segurança. Os registros devem ficar em locais de fácil acesso e bem visíveis, pois em caso de escapamentos de gás ou por conta de qualquer outra necessidade, a distribuição de gás no local pode ser rapidamente interrompida.

Portas

Um dos itens verificados no local das instalações a gás é a ventilação inferior. O espaço entre a porta e o chão. Esse espaço deve ser suficiente para que o ar circule, impedindo a concentração de gás no cômodo onde estão aquecedores e fogões. Geralmente, essa distância deve ser de três centímetros, dependendo do tamanho da porta. Se for trocar as portas durante a reforma, fique atento para manter este espaço de ventilação nos ambientes que contam com aparelhos a gás.

Varanda

Se resolver ampliar a sala ou criar uma varanda gourmet por meio da colocação de cortina de vidro, não deixe de aprovar o seu projeto com a CEG ou com a distribuidora de gás canalizado da sua região. Esse tipo de obra altera as condições de ventilação existentes e precisa ser avaliada previamente por profissionais especializados para garantir que a ventilação no local onde estão instalados os aparelhos a gás não seja comprometida.

Organizar antes

Cuidado ao arrastar e deslocar aparelhos a gás durante uma reforma. A movimentação excessiva do fogão pode afetar a conexão da mangueira de fornecimento de gás. Não faça movimentos bruscos com o aparelho. E, após a conclusão da obra, certifique-se que as conexões estão seguras e bem ajustadas.

Reforma dos pisos e paredes

Antes de quebrar paredes e pisos, é importante se certificar por onde passam as tubulações de gás. O ideal é que um profissional que conheça a planta da casa oriente a equipe de pedreiros para que não haja risco de danificar as tubulações. Alguns edifícios possuem um manual de manutenção. Consulte o síndico.

Mudança

Em pequenas mudanças, fique atento à chaminé ou às mangueiras conectadas aos aparelhos a gás. Elas não podem estar em contato com móveis, materiais plásticos e instalações elétricas. As instalações elétricas, por exemplo, devem estar, pelo menos, a 15 centímetros das instalações a gás.

Relacionadas

    Comentários

    Mais lidas

      Escolha do Editor

        Newsletter

        Receba gratuitamente o melhor conteúdo de O DIA no seu e-mail e mantenha-se muito bem informado

        • Anuncie também pelo DIAFONE(21) 2532-5000
        Anuncie