Mundo & Ciência

Trump reconhece Jerusalém como capital de Israel e palestinos planejam levante

"Queremos que a rebelião dure e continue para que Trump lamente essa decisão"

Palestina - O principal líder do grupo militante palestino Hamas, Ismail Haniyeh, convocou nesta quinta-feira um novo levante contra Israel na esteira da decisão de ontem do presidente dos EUA, Donald Trump, de reconhecer Jerusalém como a capital israelense.

Jerusalém AFP

Em encontro com seguidores na Faixa de Gaza, Haniyeh classificou a decisão dos EUA de "agressão a nosso povo e guerra contra nossos santuários".

Segundo Haniyeh, o levante deverá começar amanhã, que é dia sagrado para os muçulmanos. "Queremos que a rebelião dure e continue para que Trump lamente essa decisão", declarou.

No começo dos anos 2000, o Hamas matou centenas de israelenses durante uma rebelião armada. Desde então, no entanto, a capacidade do Hamas de lançar ataques ficou mais limitada, uma vez que Israel impôs um bloqueio à Faixa de Gaza e muitos seguidores do grupo na Cisjordânia foram presos.

De qualquer forma, o Hamas dispõe em Gaza de um amplo arsenal de foguetes capazes de atingir muitas áreas de Israel.

Relacionadas

    Comentários

    Mais lidas

      Escolha do Editor

        Newsletter

        Receba gratuitamente o melhor conteúdo de O DIA no seu e-mail e mantenha-se muito bem informado

        • Anuncie também pelo DIAFONE(21) 2532-5000
        Anuncie