Pouco conhecida, vitamina K ajuda a reduzir até cólicas menstruais

Outros nutrientes, encontrados em alimentos, são essenciais na prevenção de doenças

Por O Dia

Grão de bico: Contém quantidades elevadas de vitamina B6, que, assim como a banana, estimula a produção do chamado hormônio do sono -

Rio - Uma vitamina não tão famosa, mas que desempenha funções importantes para o equilíbrio do organismo. A vitamina K, constituída por um grupo de compostos lipossolúveis (solúveis em gorduras), ajuda na coagulação sanguínea, contribuí para a saúde dos ossos e reduz até as cólicas menstruais. Além dela, os outros 12 nutrientes essenciais ajudam no bom funcionamento do corpo e, através dos alimentos, viram fonte de prevenção de doenças.

A vitamina K é encontrada, principalmente, em óleos vegetais e hortaliças. "Essa vitamina é necessária para o sistema cardiovascular, pois além de ser essencial para que a coagulação ocorra, auxilia na cicatrização", explicou a angiologista Aline Lamaita. Dividida em k1, encontrada em alimentos de origem vegetal; k2, produzida pela flora intestinal, e k3, feita em laboratório e utilizada nos suplementos, a vitamina ainda atua na redução do risco de infarto do miocárdio e AVC, pois ela previne o endurecimento e a calcificação das artérias. "A vitamina K transfere o cálcio das artérias para os ossos, impedindo assim que o mineral se acumule no local e forme placas que obstruem o sistema circulatório", alertou a médica. A nutricionista Fernanda Rocha afirma que vegetais verdes são ótimas fontes de vitamina K, além de abacate, ovo e fígado. "Quanto mais verde escuro, maior quantidade da vitamina".

Mesmo com raras chances de deficiência no organismo, pois ele precisa dela em pouca quantidade, em alguns casos pacientes necessitam de suplementação da vitamina K, inclusive os que passaram por cirurgia bariátrica, e os que tomam medicamentos que dificultam a absorção de gordura. "O principal sintoma da falta da vitamina K é o sangramento difícil de controlar", reforçou Juliana Pandini, coordenadora de nutrição da Universidade Celso Lisboa. Em contrapartida, outras vitaminas essenciais para a saúde, como D, A, C e E são deficientes em 99% da população, de acordo com uma pesquisa de 2011, do IBGE. A D, por exemplo, que tem relação direta com o fortalecimento ósseo, é produzida principalmente na exposição ao sol. Já a carência de vitamina E pode ser suprida com nozes e castanhas no cardápio.

Em todos casos, a consulta com um médico é essencial para avaliar e recomendar a suplementação da vitamina. "A melhor maneira de prevenir a deficiência de vitaminas é através de uma alimentação saudável", destacou a angiologista Aline.

As vitaminas

Vitamina A: previne o envelhecimento celular e auxilia na saúde dos olhos. Alimentos: fígado de boi, damasco, pêssego, e vegetais verdes escuros.

Vitamina B1: protege o sistema nervoso, auxilia no sistema cardiovascular, e atua no metabolismo. Alimentos: cereais, fígado de porco e batata.

Vitamina B2: auxilia na saúde dos olhos, pele, boca, cabelos e na digestão. Alimentos: leite e seus derivados, ovo, e couve.

Vitamina B3: controla o colesterol, previne a diabetes, e ajuda na reparação do DNA. Alimentos: amendoim, legumes e peixes.

Vitamina B5: interfere no metabolismo de proteínas, gorduras e açúcares, produzindo energia, atua na produção de hormônios e no controle do colesterol. Alimentos: fígado de boi, brócolis e cereais.

Vitamina B6: ajuda no metabolismo das gorduras e proteína e na redução da retenção de líquidos. Alimentos: miúdos de boi, banana e inhame.

Vitamina B7: mantém a saúde da pele e dos cabelos, e auxilia no sistema nervoso. Alimentos: carne de aves, couve-flor e ervilha.

Vitamina B9: responsável pela formação de proteínas e bom funcionamento do intestino. Alimentos: feijão, cogumelos, e quiabo.

Vitamina B12: previne problemas cardíacos e auxilia na manutenção do sistema nervoso, reduzindo os efeitos do estresse no cérebro. Alimentos: mariscos, ostras, fígado de frango e salmão.

Vitamina C: auxilia no processo de cicatrização, estimula o sistema imunológico, e dá resistência aos ossos e dentes. Alimentos: pimentão amarelo, tomate e espinafre.

Vitamina D: facilita a absorção do cálcio, previne obesidade e diabetes. Alimentos: óleo de peixe, gema de ovo e atum.

Vitamina E: é antioxidante e atua na prevenção do envelhecimento precoce das células. Alimentos: óleos vegetais, trigo e nozes.

Vitamina K: evita hemorragias e fortalece os ossos. Alimentos: vegetais verde escuro, como o brócolis, fígado de boi e ameixas.

Comentários