Comerciários do Rio são contra desconto da contribuição sindical

Após negociação com os patrões, os comerciários conseguiram reajuste de 3% retroativos a maio

Por *EDDA RIBEIRO

Camila (esp.) esperou mais de 3 horas na fila para entregar a carta
Camila (esp.) esperou mais de 3 horas na fila para entregar a carta -

Rio - Centenas de trabalhadores do comércio foram nesta quarta-feira à sede do sindicato da categoria do Rio, na Lapa, para evitar o desconto da contribuição sindical, referente ao acordo salarial deste ano. Após negociação com os patrões, os comerciários conseguiram reajuste de 3% retroativos a maio.

Pelo acordo, quem concordar será descontado em R$ 31,42 por mês até abril de 2019. Funcionários aguardavam em longa fila para contestar a contribuição. O prazo para entrega de uma carta impedindo o desconto terminava ontem.

A operadora de caixa Camila Andrade afirmou que desconhecia a data limite de contestação. "Não quero pagar. O sindicato não dá ajuda para nós", afirmou.

Procurado pelo DIA, o Sindicatos dos Comerciários do Rio não quis se pronunciar.

*Estagiária sob supervisão de Max Leone

 

Comentários

Últimas de Economia