Como se dar bem na internet

Para ter resultado, é preciso saber explorar as redes sociais. Veja dicas de especialistas para conquistar clientes e vender mais

Por Bernardo Costa

CAPA EMPREGOS
CAPA EMPREGOS -

O eletricista Manoel de Morais, de 59 anos, estava sem trabalho há 10 meses. Até que o filho decidiu fazer uma postagem no Twitter. Ele falou dos serviços do pai e disse que o seguro-desemprego tinha chegado ao fim. Deu certo. As pessoas se mobilizaram e o tweet, postado em janeiro, chegou a mais de seis mil compartilhamentos. O telefone de Manoel, que constava na mensagem, não parou de tocar. Até hoje, sete meses depois, ele continua atendendo os clientes que surgiram na rede social.   

"Eu estava sem esperanças, com a autoestima prejudicada. De repente, me senti útil novamente e vi que tinha muita gente precisando do meu trabalho", conta Manoel, que vive com a família em Cosmos, na Zona Oeste.

O que aconteceu com Manoel é uma prova da força que as redes sociais podem dar aos empreendedores e profissionais autônomos. Twitter, Facebook, Instagram, LinkedIn e WhatsApp. Todas elas funcionam, mas têm características específicas.

Se utilizadas de forma correta, podem trazer resultados imediatos, como aconteceu com o eletricista:

"Foram tantas ligações que eu não consegui dar conta. As coisas aconteceram muito rápido, todo mundo apareceu para dar força. Acho que o tom de apelo do meu filho fez a diferença, pois o brasileiro é muito solidário".

Segundo Ana Lima, consultora de marketing de influência, a empatia na mensagem é o segredo para uma postagem de impacto no Twitter. "Quanto mais humanizado o conteúdo, melhor. As pessoas precisam entender que há uma pessoa do outro lado", explica a especialista.

Para Manoel, a autoestima voltou e ele consegui novo emprego há dois meses. Mas não deixa de atender o pessoal do Twitter nos fins de semana: "Neste sábado mesmo vou atender um cliente na Tijuca".

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários