Vencedores da edição de 2017 do Prêmio de Inovação em Seguros, organizado pela Confederação Nacional das Seguradoras - Divulgação
Vencedores da edição de 2017 do Prêmio de Inovação em Seguros, organizado pela Confederação Nacional das SeguradorasDivulgação
Por

Osetor segurador encerra o ano com um evento que vai premiar as iniciativas inovadoras no segmento. Hoje à tarde, no Copacabana Palace, o Prêmio Antonio Carlos de Almeida Braga de Inovação em Seguros, promovido pela Confederação das Seguradoras (CNseg), vai anunciar os vencedores em três categorias: Produtos&Serviços, Processos&Tecnologia e Comunicação. A iniciativa foi criada em 2011 para reconhecer a capacidade criativa dos securitários, corretores de seguros e prestadores de serviços.

A SulAmérica Seguros está entre os finalistas em cinco projetos. O Bradesco Seguros tem três propostas na final. Seguradora Líder, Tokio Marine Seguradora, SindSeg MG/GO/MT/DF, San Martin Corretora de Seguros, Zurich Minas Brasil, BrasilCap Capitalização e Unimed Seguradora completam a lista das empresas finalistas.

No ano passado, o case 'Campanha de Compensação de CO2', do Grupo Segurador Banco do Brasil e Mapfre, levou o prêmio em Comunicação. 'Seguro Equipamentos de Mobilidade', da Sompo Seguros, ficou em 1º lugar em Produtos e Serviços. A campanha 'Reembolso Digital', da SulAmérica Seguro Saúde, venceu na categoria Processos e Tecnologia. Ao lado, a foto dos vencedores.

novas possibilidades

As oportunidades de negócios geradas a partir da implementação do Instrumento de Garantia, modalidade do título de capitalização, não se limitam à garantia para aluguel de imóveis residenciais e comerciais. Com a nova regulamentação, esse tipo de produto também pode servir como garantia para empréstimos, contratos de obras e até Judiciária. "Os títulos de capitalização podem servir como lastro para vários tipos de operações financeiras", afirmou Carlos Alberto Corrêa, diretor-executivo da Federação Nacional de Capitalização (FenaCap).

Você pode gostar
Comentários