Com baixa audiência, ‘Babilônia’ sofre mudanças e é alvo de especulações

A novela da novela: Há boatos de desentendimento entre os autores e uma possível antecipação do fim da trama

Por O Dia

Rio - A baixa audiência — com médias em torno de 26 pontos — e a rejeição a alguns personagens estão levando ‘Babilônia’ a passar por uma crise também nos bastidores. Um suposto desentendimento entre os autores Gilberto Braga, Ricardo Linhares e João Ximenes Braga teria acarretado a interferência direta do diretor de dramaturgia diária da Globo, Silvio de Abreu, assumindo o texto da novela e reeditando os capítulos exibidos na semana passada para acelerar a trama. A situação dentro e fora dos estúdios é tão complicada e preocupante que já há rumores na emissora de que ‘Babilônia’ pode ser encurtada. 

Regina (E)%2C Beatriz e Inês têm suas histórias mudadas em ‘Babilônia’Divulgação


“O Silvio (de Abreu) reeditou os capítulos da semana passada, transformando 12 capítulos em seis, como foi exibido (até sábado). Isso tudo foi decidido de comum acordo entre nós e a direção geral da emissora”, conta Ricardo Linhares ao DIA. No entanto, o autor nega que o diretor de dramaturgia da emissora esteja escrevendo a novela: “Ao mesmo tempo (que Silvio reeditava os capítulos), eu e o João Ximenes escrevemos os textos que vão ao ar a partir desta semana.”

Linhares também desmente a briga interna. “Não houve nenhum desentendimento entre nós. Continuamos trabalhando afinados”, garante. 

Procurado pela reportagem, Silvio de Abreu não retornou. A assessoria de imprensa da Globo, porém, entrou em ação para negar que ele estivesse interferindo na trama, ou mesmo reescrevendo os capítulos.
“Como diretor de dramaturgia diária, Silvio acompanha a rotina de criação dos autores e diretores da novela, participando das avaliações e contribuindo sempre com sua experiência. Os autores de ‘Babilônia’ seguem trabalhando e escrevendo juntos a novela”, diz a nota da assessoria.

Autores e emissora também não confirmam a possibilidade de ‘Babilônia’ sair do ar antes do previsto. Se isso acontecer, a próxima trama das nove, ‘Favela Chic’, escrita por João Emanuel Carneiro, teria sua estreia, anteriormente prevista para outubro, antecipada em pelo menos um mês. As gravações devem começar na última semana de maio.

ALTERAÇÕES NA TRAMA

Depois de Silvio de Abreu condensar 12 capítulos em seis, agilizando a trama, os autores de ‘Babilônia’ prepararam para esta semana uma nova guinada na história, com acontecimentos que, segundo eles, só iriam ao ar por volta do capítulo 80. Depois de Inês (Adriana Esteves) jogar na rede o vídeo em que Beatriz (Gloria Pires) aparece beijando o amante, o motorista Cristóvão (Val Perré), a vilã é expulsa de casa por Evandro (Cássio Gabus Mendes). No capítulo de hoje, Beatriz dá um tiro em Inês para se vingar e como queima de arquivo, já que a advogada é a única que sabe que a vilã matou o motorista, que é pai de Regina (Camila Pitanga) e Diogo (Thiago Martins).

“Não houve mudança alguma na trama da novela. Estamos seguindo tudo o que estava na sinopse. O que houve foi uma antecipação de trama. O que é diferente de mudar a história”, garante Linhares.

Inês vai para o hospital em estado grave, e Beatriz vai presa por tentativa de homicídio. As duas voltam a ser inimigas mortais. Já Regina, que recebe a pulseira que foi supostamente roubada no assalto em que seu pai foi morto, dará queixa na polícia e passará a investigar as duas por conta própria. “As antecipações foram feitas para aumentar a tensão entre Beatriz, Inês e Regina. Essa história só seria explorada adiante, mas sentimos necessidade de antecipá-la”, explica Linhares. “Enfim, é um jogo de gata e ratas”, completa.

Há duas semanas, os autores já haviam alterado o rumo da história de Alice (Sophie Charlotte), que seria garota de programa, mas virou uma mocinha sofredora. “A única mudança de trama que houve foi Alice não ser mais garota de programa. Mesmo assim, foi mantido o triângulo entre ela, Murilo (Bruno Gagliasso) e Evandro”, frisa Linhares.

Últimas de Televisão