Rio

'É triste constatar que a violência aumentou e ficou mais jovem', diz Crivella

Prefeito se reúne com secretariado e representantes da Segurança nesta segunda-feira

Rio - O prefeito Marcelo Crivella discute estratégias de segurança e cidadania no Complexo do Alemão com seu secretariado e representantes da segurança, como Exército, Marinha do Brasil, Aeronáutica e Guarda Municipal. O encontro ocorre, nesta segunda-feira, no Centro de Operações da Prefeitura. Ele destacou que um dos assuntos será sobre os cercos eletrônicos no Rio.

Marcelo Crivella pede criação de ações de cidadania nas comunidades, principalmente no Alemão Estefan Radovicz / Agência O Dia

"Vamos mostrar exemplos de outras cidades em que essa medida deu certo. Vamos também tratar da cidadania. Cobrei dos meus secretários que tivéssemos ações sociais que vão nos levar para as comunidades, sobretudo para o Alemão. Será o primeiro teste, primeiro passo. É uma área hoje com altos índices de violência", reforçou.

Ele enfatizou também que é preciso manter os jovens nas escolas, nas vilas olímpicas e em atividades culturais. "É triste constatar no Rio de Janeiro que a violência aumentou, mas também ficou mais jovem. Você vê meninos com 12, 13 anos em gangues de traficantes. É um absurdo. Nem sei se há algo parecido com isso no mundo", lamentou.

Em relação aos índices de criminalidade, Crivella afirmou ainda que é importante verificar as fronteiras. "Na última reunião, chegamos a denunciar um posto da Polícia Federal que estava abandonado na Dutra e isso já foi discutido com o ministro da Justiça, em Brasília. Nós vamos cobrar", completou.


Relacionadas

    Comentários

    Mais lidas

      Escolha do Editor

        Newsletter

        Receba gratuitamente o melhor conteúdo de O DIA no seu e-mail e mantenha-se muito bem informado

        • Anuncie também pelo DIAFONE(21) 2532-5000
        Anuncie