Rio

Edson Albertassi desiste de vaga no TCE após ser investigado pela PF

Deputado havia sido indicado pelo governador Luiz Fernando Pezão para uma vaga no Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro

Rio - O deputado Edson Albertassi (PMDB) desistiu da vaga em que foi indicado para o Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ). O político informou que enviou, nesta terça-feira, um ofício a mesa diretora da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) "declinando da indicação e solicitando a devolução da mensagem 38/2017 ao governador."

Deputado Edson Albertassi chega à sede da Polícia Federal na região portuária do Rio; ele é alvo na Operação da Cadeia Velha, desdobramento da Lava Jato Clever Felix/Parceiro/Agência O Dia

A defesa de Albertassi também disse que não teve acesso ao inquérito e que as acusações contra o deputado serão contestadas. "Albertassi confia na justiça e está à disposição para esclarecer os fatos", diz um trecho do comunicado.

Albertassi, o presidente da Alerj, Jorge Picciani, e o ex-presidente da Alerj e ex-secretário de Pezão, Paulo Melo, foram conduzidos à superintendência da PF, nesta terça, para prestar depoimento em mais um desdobramento da Lava Jato. Essa fase foi nomeada de operação "Cadeia Velha".

Segundo o Ministério Público Federal (MPF), a condução coercitiva dos parlamentares foi ordenada como alternativa inicial à prisão deles, já que eles têm foro privilegiado. Apesar disso, o órgão já pediu ao 2º Tribunal Regional Federal (TRF) a prisão dos deputados.

Já Felipe Picciani, filho do presidente da Alerj, que também era investigado na operação, foi preso em Uberlândia, Minas Gerais.

Os agentes cumpriram ainda mandados de busca e apreensão nos gabinetes da presidência da Alerj, de Jorge Picciani, Edson Albertassi e Paulo Melo. Os policiais chegaram à Casa por volta das 7h. Ao todo, são seis mandados de prisões preventivas e quatro temporárias, e 35 mandados de busca e apreensão nos endereços de 14 pessoas físicas e sete pessoas jurídicas.


Relacionadas

    Comentários

    Mais lidas

      Escolha do Editor

        Newsletter

        Receba gratuitamente o melhor conteúdo de O DIA no seu e-mail e mantenha-se muito bem informado

        • Anuncie também pelo DIAFONE(21) 2532-5000
        Anuncie