Rio

Rodoviários vão decidir sobre greve de ônibus em assembleia nesta quinta

Segundo sindicato, a decisão vai depender de uma sessão de conciliação no TRT nesta quarta-feira

Rio - O Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus do Rio (Sintraturb) vai decidir sobre uma greve de ônibus durante uma assembleia, na sede da entidade, às 17h desta quinta-feira. De acordo com os organizadores, a decisão vai depender de uma sessão de conciliação, nesta quarta, no Tribunal Regional do Trabalho (TRT).

Rodoviários vão decidir sobre greve de ônibus em assembleia nesta quinta Alexandre Brum / Agência O Dia / Arquivo

No último dia 17, a Rio Ônibus entrou com um pedido para barrar o movimento, alegando que a paralisação era "abusiva". Em nota, o presidente do Sintraturb, Sebastião José, explicou que a entidade já encaminhou ofícios para a prefeitura, a Fetranspor e PM, informando sobre a possível greve.

Sebastião disse ainda que a categoria vive "uma verdadeira calamidade, já que há 17 meses está sem reajuste salarial e apreensiva com a perda de mais de cinco mil postos de empregos".

"Para piorar a situação, em dezembro, cerca de 600 ônibus serão retirados de circulação por já estarem velhos e sem uso, o que irá proporcionar a perda de mais de 1200 postos de trabalho. Estamos prevendo um dezembro negro para a categoria. Essa briga entre o executivo municipal, Fetranspor e Judiciário, quem acaba sofrendo as consequências são os motoristas e cobradores. Em todos esses anos como sindicalista nunca presenciei tamnho desrespeito com os profissionais que fazem a cidade se movimentar transportando milhares de pessoas diariamente", destacou Sebastião.

Transporte alternativo também pode parar

Motoristas que atuam no transporte alternativo na cidade, composto por cerca de cinco mil operadores, também farão assembleia às 19h, no Country Clube de Jacarepaguá, na Praça Seca, onde podem parar as atividades por tempo indeterminado.

De acordo com Robert Rios, representante da categoria, o maior problema que atinge os profissionais é a não conclusão od processo de licitação que teve início em agosto de 2016, onde seriam emitidas 967 permissões e 828 no quadro de reserva. Além disso, não houve ajuste de itinerário das linhas das demais regiões da cidade que vem sendo negociada desde 2013, quando teve início a implantação do Serviço de Transporte Público Local (STPL) na Zona Sul (AP2.1) e Jacarepaguá e região (AP.4).

Robert informou ainda que hoje o setor conta com cerca de duas mil permissões do STPL e três mil do TEC; além de terem cadastrados para atuarem no transporte alternativo legalizado mais de 25 mil trabalhadores, entre permissionários, motoristas auxiliares e cobradores, além de profissionais que atuam indiretamente como fiscais de linhas, despachantes, documentarista, mecânicos, entre outros.

Crivella vai se reunir com representantes de empresas de ônibus

O prefeito do Rio, Marcelo Crivella, vai se reunir com representantes das empresas de ônibus. De acordo com a prefeitura, o encontro com os empresários deverá acontecer nesta quinta-feira ou na sexta-feira.

Relacionadas

    Comentários

    Mais lidas

      Escolha do Editor

        Newsletter

        Receba gratuitamente o melhor conteúdo de O DIA no seu e-mail e mantenha-se muito bem informado

        • Anuncie também pelo DIAFONE(21) 2532-5000
        Anuncie