Padrasto é preso suspeito de abusar sexualmente bebê de 11 meses

Homem teria cometido estupro enquanto a mãe da criança tomava banho. Polícia ainda investiga se a mulher teve omissão no crime

Por caio.belandi

Paraná - A Polícia Civil do Paraná prendeu, nesta quinta-feira, um homem de 35 anos acusado de ter estuprado um bebê de 11 meses, na cidade de Pontal do Paraná (PR), litoral do estado. O nome do suspeito não foi divulgado.

Homem de 35 anos é suspeito de abusar enteado de 11 meses, no ParanáDivulgação/Polícia Civil do Paraná

De acordo com as investigações, a criança, que é enteada do preso, foi encontrada com marcas de violência sexual no último dia 28. A mãe, de 31 anos, contou aos policiais que encontrou o bebê ferido após deixar o filho com o padrasto enquanto ela tomava banho.

O bebê foi levado ao Pronto Atendimento do município, onde os médicos perceberam lesões graves compatíveis com estupro. O exame de constatação de ato libidinoso confirmou a violência sexual. 

A polícia ainda investiga a participação da mulher no caso. "Agora as investigações seguem para apurar se a mãe da criança se omitiu sobre a pratica do crime", afirmou o delegado-adjunto da 1ª SDP, Nilson Diniz, responsável pelas investigações.

O preso responderá pelo crime de estupro de vulnerável, e se for condenado, poderá pegar até 15 anos de prisão.


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia