Casos de Sarampo disparam em Manaus e traficantes fecham ruas para impedir vacinação

Cidade está em situação de emergência, tendo 444 casos da doença confirmados e 2.097 em investigação

Por O Dia

Brasil também enfrenta dois surtos da doença: no Amazonas e em Roraima
Brasil também enfrenta dois surtos da doença: no Amazonas e em Roraima -

Manaus - Manaus está batendo o recorde de casos de sarampo em todo o Brasil. A Zona Norte da capital do Amazonas, até o momento, foram 773 casos estão em investigação e 157 foram confirmados, fazendo com que a região se tornasse prioridade na vacinação contra a doença.

A cidade está em situação de emergência e já registra mais de 444 casos de Sarampo confirmados, segundo o boletim epidemiológico divulgado na tarde desta segunda-feira pela Secretaria Municipal de Saúde. O último número divulgado era de 317 casos, ou seja, foram 127 novos casos confirmados no período de uma semana. Ao todo, 2.097 casos estão sob investigação.

Mesmo com números tão elevados, agentes de saúde que trabalham na ação emergencial de vacinação contra o Sarampo em casa foram impedidos, nesta quarta-feira, de aplicar a dose em um bairro da Zona Norte porque traficantes fecharam as ruas, impedindo o acesso dos agentes às residências.

Segundo informações divulgadas pela Rede Amazônica, afiliada da Rede Globo, os traficantes fecharam os limites das ruas e não deixaram os agentes realizarem as atividades. Por conta das ameaças, os trabalhos ainda foram encerrados uma hora antes do previsto.

No momento das ameaças e dos bloqueios, não havia nenhum tipo de policiamento no local, fazendo com que os agentes de saúde ficassem reféns dos traficantes.

Últimas de Brasil