Morre em São Paulo o ex-deputado federal e advogado Sigmaringa Seixas

Presidente Temer lamentou a perda e disponibilizou avião da FAB para transportar o corpo

Por Estadão Conteúdo*

Luiz Carlos Sigmaringa Seixas tinha 74 anos
Luiz Carlos Sigmaringa Seixas tinha 74 anos -

São Paulo - O ex-deputado federal pelo PT e advogado Luiz Carlos Sigmaringa Seixas morreu nesta terça-feira, aos 74 anos. O petista combatia um câncer e, recentemente, fez um transplante de medula no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo.

No Twitter, o presidente Michel Temer lamentou “imensamente a morte do grande advogado e homem público, Sigmaringa Seixas”. Segundo o presidente, o ex-parlamentar era “um lutador pela democracia brasileira”. De acordo com a assessoria de imprensa do Palácio do Planalto, Temer disponibilizou um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) para transportar o corpo do advogado.

Através da mesma rede social, a presidente nacional do PT e senadora pelo Paraná, Gleisi Hoffmann, lamentou o ocorrido.

"Com tristeza imensa acabei de saber da morte de nosso grande e querido companheiro Sigmaringa Seixas. Lutador incansável pela justiça e pela democracia em nosso País", afirmou Gleisi. "Solidariedade à família e amigos", acrescentou.

O governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg (PSB), também usou sua conta no Twitter para comentar que recebeu a notícia do falecimento de Sigmaringa com pesar.

"Democrata, sempre investiu no diálogo para buscar soluções para o Brasil. Brasília está de luto", disse na publicação.

(*Com informações da Agência Brasil)

Últimas de Brasil