Deputado que chamou Sergio Moro de 'juiz ladrão' diz que é alvo de ameaças

Glauber Braga diz que não 'retira uma palavra do que disse' ao ministro da Justiça

Por iG

Após fazer analogia de Moro com juiz de futebol, Glauber Braga declarou que o atual ministro da Justiça é um 'juiz ladrão'
Após fazer analogia de Moro com juiz de futebol, Glauber Braga declarou que o atual ministro da Justiça é um 'juiz ladrão' -
São Paulo - Depois de protagonizar uma grande confusão que acabou com a  audiência com o ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sergio Moro, na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, nesta terça-feira, o deputado federal Glauber Braga (PSOL-RJ) disse que está sendo ameaçado. Nesta terça, ele chamou Moro de 'juiz ladrão' e o ministro acabou saindo da sala.

"Acordei com algumas ameaças de deputados bolsonaristas dizendo que vão me processar, entrar no conselho de ética", afirmou Glauber Braga nesta quarta-feira. "Se for aceito, o que eu não acredito, podem ter certeza que eu vou propôr a produção de provas, vou propor a convocação de testemunhas", declarou.

De acordo com parlamentar, se isso acontecer, "vai ser mais uma oportunidade de mostrar para todo mundo que Sergio Moro é um juiz ladrão". Ele completou reafirmando as acusações: "Eu não retiro uma palavra do que eu disse ontem", encerrou.

Em discurso, após fazer uma analogia de Moro com um árbitro de futebol, Glauber falou que o ministro da Justiça 'se corrompeu' e será lembrado pela história como um 'juiz ladrão': "O senhor vai estar nos livros de história como um juiz que se corrompeu, como um juiz ladrão. A população brasileira não vai aceitar como fato consumado um juiz ladrão e corrompido que ganhou recompensa para fazer com que a democracia brasileira fosse atingida".


Comentários