PM dirige bêbado no Réveillon e mata bebê no colo da mãe

O agente foi autuado por embriaguez ao volante com lesão corporal culposa qualificada e encaminhado para o Presídio Militar Romão Gomes, em São Paulo.

Por Meia Hora

Bebê morta em São Paulo
Bebê morta em São Paulo -

Uma recém-nascida de apenas 9 dias morreu após o carro onde ela estava ser atingido por outro veículo, dirigido por um policial militar embriagado, na noite do Réveillon, em Itatiba, São Paulo. A bebê, identificada como Viviane Sodré, estava sendo amamentada pela mãe no momento da batida. O PM foi preso.

Segundo o boletim de ocorrência, a mãe da menina contou que entrou no carro, que se encontrava estacionado em frente à casa onde estava no Réveillon, para fugir do barulho dos fogos de artifício. Por volta de 1h, o veículo foi atingido pelo carro dirigido pelo PM, que ainda bateu em outro automóvel.

A mulher estava no carro com a bebê no colo e a outra filha, de 3 anos, que sofreu uma lesão na testa. A recém-nascida foi levada para a Santa Casa do município, onde passou por uma cirurgia na cabeça, mas não resistiu e morreu na tarde de ontem.

Uma equipe da PM foi acionada e constatou que o motorista, de 47 anos, era policial militar e estava bêbado. Ele foi autuado por embriaguez ao volante com lesão corporal culposa qualificada e encaminhado para o Presídio Militar Romão Gomes, em São Paulo.

 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia