Morre morador de rua queimado enquanto dormia na Mooca

Carlos Roberto Vieira da Silva, de 39 anos, foi atacado na Rua Celso de Azevedo de Marques na madrugada de domingo

Por O Dia

Morador de rua sofreu queimaduras enquanto dormia na Mooca, Zona Leste de São Paulo
Morador de rua sofreu queimaduras enquanto dormia na Mooca, Zona Leste de São Paulo -
São Paulo - Morreu na manhã desta segunda-feira o morador de rua queimado enquanto dormia na Mooca, na Zona Leste de São Paulo. Carlos Roberto Vieira da Silva, de 39 anos, foi atacado na Rua Celso de Azevedo de Marques na madrugada de domingo, 5, e estava internado no Hospital Municipal Doutor Cármino Caricchio, conhecido como Hospital do Tatuapé.

A Secretaria Municipal de Saúde confirmou a morte e informou, em nota, que o corpo da vítima foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML).

Imagens de câmeras de segurança da região registraram o momento em que uma pessoa se aproxima de Silva e joga o que parece ser combustível sobre a vítima. Uma explosão acontece e o agressor foge.

A Polícia Civil procura o autor do crime. Os investigadores apreenderam um recipiente encontrado no local e encaminharam para a perícia. O caso é investigado pelo 18º Distrito Policial (Alto da Mooca).
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários