Maia ironiza ida de Weintraub para o Banco Mundial; assista

'Não sabem que ele trabalhou no Banco Votorantim, que quebrou em 2009', disse o presidente da Câmara

Por ESTADÃO CONTEÚDO

Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia
Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia -
Brasília - O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), ironizou a ida de Abraham Weintraub, agora ex-ministro da Educação, para o Banco Mundial. Em vídeo, Weintraub disse que recebeu convite para assumir um cargo de diretoria na instituição.

"Não sabem que ele trabalhou no Banco Votorantim, que quebrou em 2009", disse em entrevista coletiva. Indagado se acha que Weintraub vai quebrar o Banco Mundial, Maia respondeu que a pergunta deve ser feita para quem o indicou ao cargo.

Comentários