O dinossauro seria um antepassado do tiranossauro rex e do velociraptor
 - Reprodução
O dinossauro seria um antepassado do tiranossauro rex e do velociraptor Reprodução
Por iG
Porto Alegre - Uma nova espécie de dinossauro foi descoberta no Sítio Niemeyer, em Agudo, na Região Central do Rio Grande do Sul. A espécie foi apresentada pelo paleontólogo da Universidade Federal de Santa Marina, Rodrigo Temp Müller, e seria um antepassado do tiranossauro rex e do velociraptor. As informações são do Yahoo.

De acordo com a descoberta do paleontólogo, o Erythrovenator jacuiensis viveu há 230 milhões de anos, no período tirássico, na época da ascensão da era dos dinossauros. Segundo a publicação, o significado do nome é "caçador vermelho do Rio Jacuí" e faz referência à cor avermelhada do fóssil e ao local onde foi encontrado.

Outros fósseis

Conforme as informações do portal, este é o quarto dinossauro descoberto em Agudo. Um fragmento ósseo fossilizado da perna de um animal foi encontrado em 2017. Recentemente, um estudo sobre esse fóssil foi publicado no Journal of South American Sciences.

A reconstituição do fóssil encontrado no RS feita pelo paleontólogo mostrou que o animal era menor que o tiranossauro rex e que o velociraptor. Ele teria 2 metros de comprimento e pesaria cerca de 9 kg.

"Entretanto, apesar do tamanho pequeno, ele provavelmente foi um predador ágil, uma vez que o fêmur preserva estruturas de inserção muscular bastante desenvolvidas", explicou Müller em uma entrevista ao G1.