Coronavac, produzida pelo laboratório Sinovac em parceria com o Butantan - Divulgação
Coronavac, produzida pelo laboratório Sinovac em parceria com o ButantanDivulgação
Por ESTADÃO CONTEÚDO
O governo do Estado de São Paulo aguarda para as 23h30 desta quarta-feira, 3, a chegada de um voo da China que traz 5,4 mil litros de Insumo Farmacêutico Ativo (IFA) para a produção da vacina Coronavac pelo Instituto Butantan. O volume é suficiente para a produção de 8,6 milhões de doses do imunizante, segundo o governo paulista.
Esse será o primeiro lote de IFA recebido pelo Butantan em 2021. O avião, que deixou Pequim às 21h30 (de Brasília) desta terça-feira, 2, vai pousar no aeroporto de Viracopos, em Campinas. Segundo o instituto, os imunizantes produzidos com esses insumos serão entregues ao Ministério da Saúde a partir do próximo dia 25.
Publicidade
O Butantan aguarda uma nova carga de 5,6 mil litros, suficiente para a fabricação de 8,7 milhões de doses da Coronavac, até o próximo dia 10. Com as duas remessas de matéria-prima, o instituto diz que será capaz de produzir até 600 mil doses diárias do imunizante.