Entrega de vacinas contra covid-19 da Pfizer no Aeroporto de Viracopos, em Campinas, em São PauloReprodução

A Pfizer entrega neste domingo, 12, a maior remessa de vacinas contra a Covid-19 desde o início do contrato com o governo federal. A farmacêutica americana envia 5,1 milhões de doses para o Programa Nacional de Imunizações (PNI) do Ministério da Saúde. Os lotes desembarcam no Aeroporto de Viracopos, em Campinas, em São Paulo. 
As doses estão divididas em quatro voos ao longo do dia. O primeiro, com 1,3 milhão, desembarcou ainda na madrugada deste domingo. O segundo voo, com 1,1 milhão de vacinas, chegou por volta das 10h30. Outras duas remessas, com 1,1 milhão e 1,5 milhão, estão previstas para o período da tarde.
Os envios deste domingo fazem parte do cronograma da Pfizer, que programou a entrega de 8,9 milhões de doses até este domingo. Outras viagens com lotes dos imunizantes foram realizados na quarta, quinta e sexta-feira passada. 

A empresa já entregou para a pasta, em 68 lotes, 67,3 milhões das 100 milhões de doses do contrato com a Pfizer, que foi assinado em 19 de março deste ano. A Pfizer deve concluir a entrega até o final deste mês.
Há ainda um segundo contrato entre Pfizer e o governo federal, que foi feito em 14 de maio. No segundo, também prevê a entrega de 100 milhões de doses, mas com envios entre outubro e dezembro. 
Campanha de vacinação
As doses deste domingo chegam para dar continuidade ao programa de imunização. A pasta informou que 70 milhões de brasileiros já foram imunizadas, com as duas doses ou a vacina de dose única, ou seja, quase 44% da população adulta.
O ministério avalia que os reflexos da imunização da população aparecem nos dados epidemiológicos todos os dias. Na última semana, 23 estados estavam com ocupação de leitos abaixo de 50%.
Desde o início da campanha de vacinação, das 259,4 milhões de doses distribuídas aos estados e Distrito Federal, 59 milhões são da farmacêutica norte-americana. Mais de 136 milhões de brasileiros já receberam a primeira dose dos imunizantes, isto é, cerca de 85% dos 160 milhões de brasileiros com mais de 18 anos.