Dornelles nega que Rio tenha solicitado intervenção federal

Governador em exercício negou que tenha pedido R$ 14 bilhões à União

Por gabriela.mattos

Rio - O governador em exercício Francisco Dornelles negou, nesta sexta-feira, que o Estado tenha solicitado intervenção e ajuda financeira da União. De acordo com informação divulgada pelo Estadão Conteúdo, nesta quinta-feira, o Estado queria que o governo federal liberasse um socorro de cerca de R$ 14 bilhões e que decretasse uma "intervenção branca", nos moldes da feita pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso em Alagoas, durante o governo Divaldo Suruagy, em 1997.

No entanto, Dornelles afirmou que "não há nada nesse sentido". "O Estado recebe de bom grado qualquer tipo de ajuda do governo federal, mas não pedimos os R$ 14 bilhões e muito menos a intervenção", destacou o governador em exercício.

Ele lembrou ainda que, desde o início do ano passado, o governo estadual vem adotando medidas de ajuste para resolver a insuficiência financeira dos cofres estaduais. "Apenas este ano, as medidas de corte de gastos implantadas geraram uma economia de R$ 828 milhões, incluindo redução de custeio, pessoal e revisão de contratos", disse, em nota.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia