Projeto capacita jovens para abertura do próprio negócio

Palestra reunirá 150 empreendedores da Rocinha com dicas de como se preparar para o mercado

Por O Dia

Projeto capacita jovens e adultos em Fantasias e Adereços, Maquiagem Social, Maquiagem Artística, Unhas Decoradas, Artesanato, além de Turbantes e Tranças afro
Projeto capacita jovens e adultos em Fantasias e Adereços, Maquiagem Social, Maquiagem Artística, Unhas Decoradas, Artesanato, além de Turbantes e Tranças afro -
Rio - Cento e cinquenta jovens e adultos moradores da Rocinha vão participar nesta quinta-feira, dia 23 de maio, de palestra sobre como abrir e formalizar o seu próprio negócio. A iniciativa é desenvolvida pelo projeto A Arte Gerando Renda e acontece no CRAS Rinaldo de Lamare (Avenida Niemeyer 776) às 14 horas.

As palestras gratuitas serão ministradas por profissionais do escritório Kasznar Leonardos, patrocinador do projeto. Felipe Monteiro, diretor de startups e inovação, abordará aspectos jurídicos e de mercado para abrir um novo negócio. A gerente de RH Clarissa Frossard colocará a carreira em foco e dará dicas de como se preparar para o mercado de trabalho.

Atualmente, o projeto capacita jovens e adultos em Fantasias e Adereços, Maquiagem Social, Maquiagem Artística, Unhas Decoradas, Artesanato, além de Turbantes e Tranças afro. Com 300 vagas no total, o curso foi dividido em dois módulos, cada um com 10 semanas de duração. A próxima turma de 150 alunos começa no fim de maio.


Será dia de empreendedorismo, do qual Claudia Rodrigues, dona da ClaBi Festas, na Rocinha, faz questão de participar para aprender como reativar um CNPJ antigo.

Ela começou o negócio de buffet para festas em 2011 de maneira informal. Cerca de quatro anos depois, abriu uma microempresa em sociedade com a filha Gabriela. Ficou um ano com o CNPJ e precisou encerrar as atividades da empresa, porque deu um passo muito grande para suas possibilidades na época. Anos depois, conseguiu retomar o investimento na empresa e agora pretende formalizar o negócio.

“É o momento certo, já temos todo o mobiliário para as festas e temos planos de abrir um ponto comercial”, conta Claudia.

Confira as dicas

Dentre os principais cuidados para dar início a uma empresa, o escritório Kasznar Leonardos aconselha: escolher um negócio com o qual tenha afinidade; buscar um diferencial em relação à concorrência; entender o mercado no qual está inserido; proteger a marca, a tecnologia desenvolvida e os serviços realizados; se preparar para o pagamento de impostos; e separar a conta pessoal e a da empresa.

“Muitos de nossos alunos se formam e começam a empreender, mas percebemos que existem muitas dúvidas sobre microempreendedor individual e formalização em geral, por isso esta parceria será muito benéfica para eles”, aponta Marcello Andriotti, diretor da ONG Favela Mundo, gestora do A Arte Gerando Renda.

Comentários