Brasileiros voltam a procurar passagens aéreas em junho
 - Daniel Castelo Branco / Agência O Dia
Brasileiros voltam a procurar passagens aéreas em junho Daniel Castelo Branco / Agência O Dia
Por O Dia
Rio - Um dos períodos mais procurados para viagens é o mês de julho. Mesmo diante de um cenário com preços elevados para viajar de avião, levantamento do Skyscanner, buscador global de viagens, indica que é possível economizar até 29% na compra da passagem aérea para destinos nacionais.
Entre os destinos nacionais mais buscados para viagens em julho, São Paulo lidera a lista, seguido de Rio de Janeiro, Fortaleza, Recife e Salvador. Dos cinco mais procurados três são da região Nordeste. De acordo com a plataforma, o desconto é possível ao analisar o preço médio do dia mais barato para comprar, dia 9 de junho, comparado ao dia mais caro, 28 de junho.

Para quem não conseguir comprar nessa data, o levantamento mostra que é possível também garantir um preço mais em conta na terceira semana de junho, mais precisamente entre os dias 16 a 23.

No entanto, o estudo revela que é preciso ficar atento pois a semana mais cara para comprar é entre os dias 26 a 29 de junho. A antecedência ideal para garantir a economia é comprar entre 2 a 6 semanas para viagens em julho.

Outro destaque é referente aos dias mais baratos e caros para viajar. A partir da análise dos preços médios dos voos para julho em 2019, o dia mais em conta é 26 de julho com uma economia de 35% em comparação ao mais caro que é o dia 14 do mês.
Ainda há opções de voos por menos de R$ 200 para alguns destinos. Como por exemplo, viagens para o Rio de Janeiro por a partir de R$ 199, saindo de São Paulo; e de Curitiba para São Paulo por R$ 165.

“Uma dica para economizar ainda mais é criar alerta de preços, que notificam, por e-mail ou celular, diariamente as variações dos valores das passagens aéreas, ajudando o viajante a entender o melhor momento de comprar suas passagens”, comenta Tahiana Rodrigues, gerente de comunicação e marketing do Skyscanner.