Prazo de saque do abono do PIS acaba na sexta

No Rio, 195 mil beneficiários ainda têm R$ 125,5 milhões para receber na Caixa

Por MARTHA IMENES

BB é responsável pelo pagamento do Pasep a servidores públicos
BB é responsável pelo pagamento do Pasep a servidores públicos -
Rio - O prazo para sacar o abono do PIS/Pasep, ano calendário 2018/2019, termina na próxima sexta-feira, pelo menos 1,1 milhão de trabalhadores ainda não retiraram cerca de R$ 3,1 bilhões na Região Sudeste. O valor à espera de saque no Rio, segundo a Caixa Econômica Federal - que paga o PIS -, chega a R$ 125,5 milhões para 195 mil pessoas. De acordo com o Ministério da Economia, cada beneficiário tem a receber de R$ 84 a R$ 998.
Com o fim do prazo de saque, que não está programado para ser estendido, segundo o ministério, os recursos não retirados voltarão ao Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT). Para ter direito ao abono, é preciso estar inscrito no PIS há pelo menos cinco anos e ter atuado com carteira assinada por pelo menos 30 dias em 2017. Deve ter recebido remuneração mensal média de até dois salários mínimos. Os dados dos empregados necessitam ter sido corretamento informados pelo patrão à Rais.
O valor do abono a ser pago corresponde ao tempo de trabalho no ano anterior. O número de meses é multiplicado por 1/12 do valor do salário mínimo de R$ 998. Por exemplo, quem trabalhou um mês em 2018, terá R$ 84; dois meses, R$ 167, três meses R$ 250, e assim por diante. O trabalhador que completou o ano sacará o valor cheio.
Empregados iniciativa privada podem procurar uma agência da Caixa para consultar se têm direito ao abono. Também é possível verificar pela internet (www.caixa.gov.br/PIS) ou pelo 0800-726 02 07.
O saque do abono do PIS para não-correntistas do banco é feito com o Cartão do Cidadão em qualquer casa lotérica, pontos de atendimento Caixa Aqui ou em terminais de autoatendimento da instituição. Sem o cartão, o valor deve ser retirado em qualquer agência do banco. É exigido documento de identificação.
Já os servidores públicos têm direito ao abono do Pasep, que é pago pelo Banco do Brasil. Para retirar os recursos é preciso apresentar um documento oficial com foto. Os valores disponíveis para os saques até sexta-feira não foram informados.

Herdeiros
Os herdeiros de trabalhadores privados e servidores têm direito aos recursos relativos ao PIS/Pasep. Para fazer o saque não é preciso seguir o calendário do governo.
Mas para retirar a grana é preciso entrar na Justiça e pedir a liberação do dinheiro, que pode ser sacado em qualquer data nas agências da Caixa ou do BB.

Comentários