Bancos abrem normalmente nesta terça-feira no Rio

Prefeitura informou que clientes não poderão ficar mais que 20 minutos e distanciamento entre as pessoas deve ser de dois metros

Por Marina Cardoso

Agências bancárias e lotéricas terão que funcionar com a capacidade máxima de 30%
Agências bancárias e lotéricas terão que funcionar com a capacidade máxima de 30% -
Rio - Ao contrário do que havia determinado o prefeito do Rio, Marcelo Crivella, no último domingo, os bancos não entram na lista de estabelecimentos fechados a partir desta terça-feira. A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) assegurou a abertura das agências. No decreto, o prefeito havia definido que as instituições não poderiam abrir e que a prestação do serviço deveria ser feita pelos canais digitais como forma de conter a propagação do novo coronavírus (covid-19).
Entretanto, a Febraban afirmou que as agências permanecem abertas, com atendimento aos seus clientes, priorizando os públicos mais vulneráveis, como o de aposentados e pensionistas. O atendimento bancário, portanto, está garantido a todos. Assim é uma forma de atender aos clientes sem acesso à internet e também em casos específicos de pessoas que só podem sacar o dinheiro no banco, como Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), dinheiro que vem do exterior por ordem de pagamento.
Cumprindo orientação do Banco Central para enfrentar as dificuldades trazidas pela pandemia de coronavírus, os bancos deverão, pontualmente e por períodos limitados de tempo, alterar horários de atendimento ou suspender serviços em agências selecionadas. Os clientes serão informados adequadamente pelos canais de comunicação de cada banco. O setor se compromete a assegurar a prestação de serviços essenciais.
Para os clientes com facilidade ao acesso digital, a federação recomenda que evitem se deslocar para as agências bancárias e deem preferência a usar produtos e serviços dos bancos online.
Por meio do celular e internet, os usuários podem fazer, com segurança, pagamento de contas, consulta de saldos e extratos, transferências financeiras, agendamento de pagamentos e contratação de serviços e empréstimos, entre outros. Nos aplicativos e Internet Banking, os clientes poderão encontrar ferramentas úteis para todas as necessidades, além de ter acesso a comunicados e canais de atendimento.


Ao evitar voluntariamente ir às agências bancárias, todos colaborarão para que os bancos possam priorizar o atendimento aos grupos mais vulneráveis, protegendo todos, inclusive os bancários, com a redução do fluxo de pessoas necessária aos esforços contra a disseminação do vírus COVID-19.
Procurada pelo O DIA, a prefeitura do Rio informou que, seguindo orientações da Procuradoria Geral do Município (PGM), e após contato com representantes dos bancos, as agências estarão abertas hoje com algumas medidas de precaução.
São elas: os bancos só podem receber clientes se o atendimento não ultrapassar o prazo máximo de 20 minutos, contados desde o ingresso do cliente na agência até a conclusão do serviço. Além disso, durante todo o atendimento no interior das agências deve ser preservado o distanciamento mínimo de dois metros entre as pessoas (tanto entre clientes quanto entre clientes e funcionários).



Comentários