PIB deve cair 5% em 2020, diz professor Marcelo Kfoury da FGV

Ele prevê também queda da Selic em 0,50 ponto porcentual no próximo Comitê de Política Monetária (Copom)

Por ESTADÃO CONTEÚDO , Estadão Conteúdo

São Paulo - O professor da Escola de Economia de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas (FGV EESP) Marcelo Kfoury disse nesta segunda, 27, que a economia brasileira deverá cair 5% este ano. Ele prevê também queda da Selic em 0,50 ponto porcentual no próximo Comitê de Política Monetária (Copom).

Kfoury atuou como mediador de uma live da EESP FGV da qual participa a economista e consultora econômica Zeina Latif, o professor da FGV Márcio Holland e Marcelo Portugal, professor de Ciências Econômicas e editor da revista Economia da Associação Nacional de Centros de Pós-Graduação, no Rio Grande do Sul.

As previsões de Kfoury partem da premissa de que o presidente Bolsonaro pare de demitir ministros e a pandemia termine em junho. Zeina entende que, mesmo que a pandemia termine em junho, a retomada da economia não será linear, por causa das particulares de cada região de um país de dimensões continentais como o Brasil.

Holland e Portugal concordam com a economista, mas Holland entende que se o presidente "Bolsonaro buscar a paz de espírito será possível ainda salvar o Brasil este ano".

Comentários