Atendimento remoto a segurados do INSS é prorrogado até 19 de junho

Casos que dependem de perícia serão analisados sem exame presencial. Basta anexar atestado médico pelo portal ou aplicativo Meu INSS

Por O Dia

O INSS orienta que se o segurado tiver alguma dúvida de como acessar o Meu INSS (site e aplicativo)
O INSS orienta que se o segurado tiver alguma dúvida de como acessar o Meu INSS (site e aplicativo) -
Rio - O atendimento remoto a segurados do INSS nas agências Previdência Social foi prorrogando até o dia 19 de junho. Portaria Conjunta 17, publicada nesta sexta-feira (22/5), no Diário Oficial da União (DOU), determina a medida para proteção da coletividade durante o período de enfrentamento da emergência em Saúde pública decorrente da pandemia do coronavírus (covid-19).

De acordo com o INSS, durante esse período, os casos que dependem de perícia médica serão analisados sem a perícia presencial, bastando que o segurado anexe o atestado médico pelo portal ou aplicativo Meu INSS. O instituto informou que vai antecipar parte do valor do benefício devido ao segurado de forma remota.

Pelo Meu INSS

O INSS orienta que se o segurado tiver alguma dúvida de como acessar o Meu INSS (site e aplicativo), agora tem todas as informações disponíveis sobre o serviço em um único lugar. Para saber como gerar sua senha, além de aprender a solicitar serviços e benefícios, basta acessar https://www.inss.gov.br/servicos-do-inss/meu-inss/ para conhecer conteúdos didáticos e explicativos que ajudarão a ter acesso ao INSS sem sair de casa.

O órgão esclarece que o Meu INSS foi criado para proporcionar mais facilidade, conforto e segurança ao cidadão que busca por serviços e benefícios previdenciários ou assistenciais. Pode ser acessado pela internet do seu computador ou pelo seu próprio telefone celular (Android e IOS).

Para acessar o Meu INSS basta digitar o endereço gov.br/meuinss no seu computador ou instalar o aplicativo Meu INSS no seu celular gratuitamente. Estão disponíveis mais de 90 serviços oferecidos pelo INSS.
 

Comentários