Por Marina Cardoso

No mesmo dia que o Instituto Fecomércio de Pesquisas e Análises (IFec RJ) apontou através de levantamento que 72,7% dos fluminenses estão com medo de perder seus empregos, mais de 35 mil vagas estão abertas. Há chances para emprego formal, temporário e estágio.

"Nesse momento de pandemia, o maior desafio é se manter tranquilo e centrado para a entrevista. Estar bem preparado para falar de você e motivo de te contratar é fundamental", afirma Irene Azevedoh, diretora de transição de carreira e gestão da mudança na consultoria LHH.

No Banco Nacional de Empregos, em todo o Estado do Rio há 35 mil chances abertas de emprego formal, temporário e estágio. Para se candidatar, basta acessar www.bne.com.br, cadastrar seu currículo e escolher as vagas de seu interesse.

Nesta semana, a Comunidade Católica Gerando Vidas está com 366 oportunidades de trabalho. As informações para inscrição e entrevista das vagas estão disponíveis na página do Facebook, no link https://www.facebook.com/sougerandovidas. Há chances para auxiliar de serviços gerais e atendente de lanchonete.

Nas unidades do Sine-RJ, por meio da Setrab-RJ, há 194 oportunidades de emprego abertas. Para verificar as vagas, é necessário realizar o cadastro e acessar o programa através dos canais digitais empregabrasil.mte.gov.br ou aplicativo Sine Fácil. Na Região Metropolitana, há cargos para assistente de venda, costureira, entre outras.

Na Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento, Emprego e Inovação (SMDEI), há 170 vagas disponíveis. Há oportunidades desde o Ensino Fundamental incompleto até Ensino Médio completo. Entre os cargos estão operador de caixa, auxiliar de limpeza, açougueiro e operador de telemarketing. O cadastro pode ser feito em [email protected] 

A Luandre, empresa de Recursos Humanos, também está com oportunidades de trabalho. No total, são 80 vagas abertas no Rio. Entre os cargos disponíveis há chances para técnico de enfermagem, enfermeiro, supervisor de manutenção e operador de caixa. Os salários vão de R$ 1 mil a R$ 5,5 mil. Os interessados podem acessar o site da Luandre e fazer o cadastro gratuitamente: www.luandre.com.br.

Mais de 1,1 milhão de vagas fecharam
Publicidade
Em razão da pandemia do coronavírus, mais de 1,1 de milhão de vagas de emprego com carteira assinada foram fechadas no primeiro semestre deste ano. Os números fazem parte dos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia. É o pior resultado desde 1992, início da série histórica do cadastro. 
Porém, o número de postos fechados caiu no último mês de pesquisa. Segundo dados, em junho, o país registrou perda de 10,9 mil vagas de empregos formais. Em maio, foram contabilizados 350 mil. Em abril, pior mês do ano até o momento, foram fechadas 918 mil vagas.
Publicidade
Você pode gostar
Comentários