Mais Lidas

Ex-diretor de escola é preso suspeito de estuprar crianças

Os abusos atribuídos ao homem, aconteceram em escola de Ceilândia, no Distrito Federal

Por lucas.cardoso

Brasília - A Polícia Civil do Distrito Federal prendeu o ex-diretor de uma escola de Ceilândia, cidade satélite de Brasília, suspeito de estuprar crianças e adolescentes. De acordo com a polícia, os abusos foram filmados e compartilhados na Internet. As investigações indicam que neste ano foram pelo menos 11 vítimas.

As suspeitas surgiram em 2015, quando o ex-diretor foi preso por receptação de veículo roubado. O celular apreendido com ele trazia fotos de crianças e adolescentes. Em maio deste ano, a Justiça autorizou nova busca em sua casa. Diante do material encontrado, ele foi preso em flagrante. Foram encontrados HDs e vídeos com imagens sexuais. Com as investigações, foram identificados abusos cometidos desde a década de 1990.

O delegado do 24º Distrito Policial, Ricardo Viana, informou que nove crianças cooptadas foram identificadas. Há ainda vítimas que não foram localizadas. Policiais chegaram a duas das vítimas, dois adultos com idade de 30 e 31 anos.

Depois de passar pela direção da escola na década de 1990, o acusado manteve uma empresa de panfletagem e era líder espiritual. De acordo com o delegado, este é o maior arquivo já apreendido no Distrito Federal com imagens de pedofilia em uma única ação.

Há indícios de que imagens eram repassadas para outras pessoas do Distrito Federal e de outras regiões do País. A suspeita é de que o acusado cooptava as vítimas por meio de pagamento de pequenas quantias em dinheiro. Em alguns casos, as fotos eram feitas em troca de lanches.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia