Ex-goleiro Bruno é transferido para Apac, onde terá que trabalhar e estudar

Bruno foi preso em 2010 condenado a 20 anos e nove meses e de prisão pelo homicídio triplamente qualificado de Eliza Samudio e pelo sequestro e cárcere privado de seu filho

Por O Dia

Ex-goleiro Bruno
Ex-goleiro Bruno -

Minas Gerais - O ex-goleiro Bruno Fernandes de Souza, preso em 2010 e condenado a vinte anos e nove meses de prisão pelo homicídio triplamente qualificado de Eliza Samudio e pelo sequestro e cárcere privado de seu filho, deixou o presídio de Varginha (MG) nesta quarta-feira para ser transferido para uma Apac (Associação de de Proteção e Assistência ao Condenado) do município.

A decisão foi do juiz da 1ª Vara Criminal e de Execuções Penais, Tarciso Moreira de Souza, publicada nesta quarta-feira. Na decisão, o magistrado afirmou ser de “extrema importância à reeducação e ressocialização do educando o desempenho de trabalho lícito, instrumento de afirmação da dignidade humana”.

Bruno deverá ter reuniões com a direção da Apac para definir quais atividades e trabalhos terá na instituição. Lá, os presos são obrigados a trabalhar e a estudar.

Últimas de Brasil