Falso radiologista é preso em flagrante por estupro de menor em clínica de São Paulo

Uma menina de 12 anos denunciou o caso para sua mãe, que foi impedida de de entrar na sala pela falta de um colete contra radiação extra. Após divulgação do caso, outra vítima denunciou o mesmo homem

Por O Dia

Clínica Odonto Chessa
Clínica Odonto Chessa -

São Paulo - Um jovem de 19 anos, identificado como Gabriel Chessa, foi preso em flagrante, nesta quarta-feira, por estupro em uma clínica de odontológica em Ipiranga, na Zona Sul de São Paulo.

Uma menina de 12 anos, que estava na Clínica Odonto Chessa para fazer um raio-x, denunciou o abuso para sua mãe, que a acompanhava. Segundo elas, Gabriel levou a menina para dentro da sala de exame e não deixou a mãe entrar porque não havia um colete contra a radiação extra. Dentro do laboratório, ele vendou os olhos da menina e realizou o abuso.

A mãe, que estava esperando em outra sala, percebeu o nervosismo de sua filha quando deixou a sala. A menina contou o que havia acontecido e falou que queria deixar a clínica imediatamente.

A polícia foi acionada e o rapaz foi preso em flagrante por estupro de vulnerável e exercício ilegal da profissão, já que não ele não era técnico e, por isso, não poderia exercer a função. Segundo o dono da clínica, que é parente de Gabriel, ele foi contratado para ser recepcionista.

Após a divulgação do caso, uma outra criança também procurou a polícia para denunciar o mesmo homem. As duas vítimas contam histórias parecidas sobre o caso: elas entraram sozinhas na sala junto com Gabriel porque as mães foram impedidas de entrar por falta de colete contra a radiação. As duas sofreram abuso no momento em que fariam o molde dos dentes. Elas disseram que foram vendadas por um pano, que foi encontrado pela polícia na sala onde os casos ocorreram.

O Conselho Regional de Odontologia de São Paulo vai apurar se a clínica tem registro para funcionar e a conduta dos profissionais para em seguida tomar as devidas providências legais. O Conselho de Técnicos em Radiologia confirmou que o rapaz preso não tem registro profissional e que vai fiscalizar a clínica.

Últimas de Brasil