Bolsonaro entra com pedido para barrar candidatura de Lula

Coligação do candidato à Presidência do PSL entrou com pedido de impugnação de candidatura do concorrente petista no início da tarde desta quinta-feira

Por O Dia

Jair Bolsonaro (PSL), candidato à Presidência
Jair Bolsonaro (PSL), candidato à Presidência -

Rio - O presidenciável Jair Bolsonaro entrou no início da tarde desta quinta-feira com um pedido no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para barrar a candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva, por meio da coligação "Brasil acima de tudo, Deus acima de todos". O TSE já anexou o pedido ao registro de Lula. Segundo o órgão, todos os pedidos de impugnação de candidatura serão julgados juntos, mas ainda não há data marcada para o julgamento. 

Para Bolsonaro e sua coligação, ficou comprovado que Lula "participou de um grande esquema de corrupção" no qual empreiteiras cartelizadas obtinham e mantinham contratos com a Petrobras, "mediante fraudes em licitações perpetradas pelos seus diretores com apoio de agentes políticos, sendo que ambos eram remunerados sistematicamente com vantagens indevidas, custeadas pelas referidas empreiteiras com valores extraídos dos contratos em questão".

Na quarta-feira, uma hora depois de o ministro Luís Roberto Barroso ter sido sorteado relator do pedido de registro do ex-presidente, preso em Curitiba, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, que é também a procuradora-geral eleitoral, entrou com uma impugnação, argumentando que Lula está inelegível de acordo com os critérios da Lei da Ficha Limpa.

Outras duas impugnações, movidas pelos candidatos a deputado federal Alexandre Frota (PSL) e Kim Kataguiri (DEM), também foram protocoladas na tarde de quarta-feira, ainda antes de o pedido de registro de Lula ter sido incluído no sistema do TSE.

Na última pesquisa do IBOPE encomendada pela CNI e divulgada no dia 28 de junho, Bolsonaro liderava as intenções de voto no cenário sem Lula. Neste caso, o militar da reserva aparece em primeiro, com 17% das intenções, seguido por Marina Silva da Rede, com 13%, e por Ciro Gomes do PDT, com 8%. No cenário com Lula, o petista aparece em primeiro com 33% das intenções, seguido por Bolsonaro com 15%, e por Marina com 7%.  

 *Com informações do Estadão Conteúdo

 

Últimas de Brasil