Moro anuncia Maria Hilda Marsiaj para Secretaria Nacional de Justiça

Futuro ministro reforçou a importância desta área do ministério e disse que a escolha foi feita baseada na 'independência, integridade e eficiência' de Marsiaj

Por O Dia

Futuro ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro
Futuro ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro -

Brasília - Em entrevista coletiva concedida na tarde desta segunda-feira, o futuro Ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, anunciou Maria Hilda Marsiaj como nova secretária nacional de Justiça. Assim como Moro, que teve que abrir mão da carreira de juiz federal, Maria Hilda terá que ser exonerada do cargo de subprocuradora-geral do Ministério Público Federal (MPF) para poder assumir a Senajus.

O futuro ministro reforçou a importância desta área do ministério, citando o "cenário do êxodo na Venezuela", e disse que a escolha foi feita baseada na "independência, integridade e eficiência" de Marsiaj. 

Sergio Moro também informou que a coordenação que trata dos registros sindicais será vinculada à Senajus no próximo governo. "Foi transferida essa coordenação de registro sindical, a pedido do governo que foi eleito, com a expectativa de reduzir problemas de corrupção nessa área, que tem sido verificada nos últimos anos", afirmou.

Indagado sobre o caso Cesare Battisti, Moro disse que não cabe ao Brasil interferir na condenação e que o asilo concedido ao italiano anos atrás teve motivações "político-partidárias".

 

* Com informações da Agência Brasil

Últimas de Brasil