Fausto Silva diz que não ofendeu Jair Bolsonaro

Em vídeo, apresentador afirma que não se referiu a presidente quando falou em "imbecil"

Por

Apresentador deu explicações por declaração no programa interpretada como ofensa ao presidente -

Depois de causar grande polêmica com suas declarações no programa do último domingo, Fausto Silva enviou vídeo ao colunista Flávio Ricco, de O DIA, para se explicar. Diante de seus convidados e do auditório, em um momento que tratava de política, o apresentador disse que o "imbecil que está lá e não devia estar" é um idiota que está "ferrando todo mundo". Apesar de não citar nomes, muitos aliados e opositores associaram a frase ao presidente Jair Bolsonaro.

Faustão negou que suas palavras fossem endereçadas a ele. "Em nenhum momento eu falei a respeito do atual presidente, muito menos dos eleitores, no termo "imbecil. [...] Usei para explicar que, muitas vezes, um político imbecil, que não está preparado pra ser eleito, não sabe por que está lá, acaba entrando nessa onda da vaidade e esquece dos problemas do País."

O programa exibido domingo foi gravado em novembro. Ele está em férias no exterior e, diante da repercussão, decidiu gravar um vídeo de explicação, que foi enviado a Flávio Ricco.

"Como estamos em novos ares, ou pelo menos com expectativa, o que a gente espera é que todo mundo reze para que os novos políticos eleitos, deputados, senadores, governadores, presidente da república, ministros indicados, tenham consciência dos verdadeiros problemas do Brasil."

Desde o comentário, Fausto tem sido um dos nomes mais comentados nas redes sociais. Chegou aos "trend topics" do Twitter. Partidários de Bolsonaro encheram de xingamentos as postagens sobre o assunto. No sentido oposto, como era esperado, oposicionistas louvaram o apresentador pelo que consideraram uma crítica ao presidente.

 

Comentários

Últimas de Brasil