Classe média terá que pagar juros de mercado para financiar imóvel, diz presidente da Caixa

'Vamos respeitar, acima de tudo, lei de mercado', afirmou Pedro Guimarães, após cerimônia de posse no Palácio do Planalto

Por O Dia

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, afirmou que a classe média também pode buscar alternativas de financiamento nos bancos privados
O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, afirmou que a classe média também pode buscar alternativas de financiamento nos bancos privados -

Brasília - O novo presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, afirmou nesta segunda-feira, após cerimônia de posse no Palácio do Planalto, que a classe média terá que pagar mais para financiar imóveis, ou buscar alternativas nos bancos privados. 

Guimarães disse que os juros do crédito imobiliário não vão subir no Minha Casa, Minha Vida, destinado a pessoas de baixa renda. Já o financiamento de imóveis para a classe média seguirá a "lei de mercado". "Vamos respeitar, acima de tudo, lei de mercado", afirmou ele.

O novo presidente da Caixa disse ainda que o funding do FGTS e da poupança, para financiamento imobiliário, tem um limite, "e este limite chegou". Segundo ele, para continuar a expandir o crédito imobiliário, será preciso vender crédito da carteira da Caixa, "como ocorre em qualquer país do mundo". "Na verdade, a pergunta é por que a Caixa e os outros bancos brasileiros ainda não fizeram isso", concluiu.

* Com informações do Estadão Conteúdo

 

Últimas de Brasil