Ao final do evento, Ilques Barbosa explicou que a terceira guerra à qual ele se referia era, na verdade, a Guerra Fria - José Cruz/Agência Brasil
Ao final do evento, Ilques Barbosa explicou que a terceira guerra à qual ele se referia era, na verdade, a Guerra FriaJosé Cruz/Agência Brasil
Por O Dia
Publicado 09/01/2019 17:37 | Atualizado 09/01/2019 17:39

Brasília - O novo comandante da Marinha, Ilques Barbosa Junior, disse que Brasil esteve junto com os Estados Unidos em três guerras mundiais, durante discurso em sua cerimônia de posse no Clube Naval, em Brasília. "Nós estivemos juntos em três guerras mundiais, essa é a parceria que nós estamos dando continuidade", afirmou.

Ao final do evento, Barbosa explicou que a terceira guerra à qual ele se referia era, na verdade, a Guerra Fria: "Eu disse do ponto de vista histórico", justificou. 

O comandante também defendeu, assim como o ministro-chefe da Secretaria de Governo, general Santos Cruz, que os militares não sejam incluídos na reforma da Previdência. Para Ilques, é "impróprio" mencionar a palavra Previdência para se referir ao regime de aposentadoria dos militares. "Nós não temos Previdência, mas, sim, proteção social dos militares", reagiu. A exclusão de militares da reforma já havia sido defendida por Bolsonaro durante a campanha. 

Ainda segundo o comandante, Bolsonaro tirou de pauta a instalação de uma base militar dos Estados Unidos no Brasil. "Com relação ao assunto base militar, o senhor presidente já falou que não está na pauta. Esse é um tema do âmbito político, e o meu âmbito é o preparo e emprego da Força", afirmou o almirante.

* Com informações do Estadão Conteúdo

Você pode gostar