MC Reaça espancou amante antes de cometer suicídio, diz polícia

Agente de viagem de 28 anos, que seria sua amante, está internada em estado grave. Presidente Jair Bolsonaro usou as redes sociais para lamentar a morte do youtuber

Por Beatriz Perez

Tales Volpi foi encontrado morto neste sábado
Tales Volpi foi encontrado morto neste sábado -
São Paulo - O youtuber Tales Alves Fernandes, conhecido como MC Reaça e Tales Volpi, de 25 anos, foi denunciado por espancar a namorada, uma agente de viagem de 28 anos, que seria sua amante. Ele cometeu suicídio horas depois, na tarde de sábado. A informação foi confirmada pela Secretaria de Segurança de São Paulo. Os dois moravam em Indaiatuba, interior de São Paulo.
A moça está internada em estado grave no Hospital Augusto de Oliveira Camargo (HAOC). O corpo de Tales foi enterrado nesta segunda-feira.
Segundo o boletim de ocorrência da violência doméstica, a agente de viagem de 28 anos foi agredida na madrugada de sábado no bairro Cidade Nova, em Indaiatuba, interior de São Paulo. O registro foi feito por um metalúrgico de 62 anos, que seria pai da vítima. A jovem foi orientada a depor quando obtiver alta da internação. O caso foi registrado como lesão corporal e violência doméstica.
O youtuber mantinha o canal 'Paródia Reaça', onde divulgava músicas com temas conservadores e de ataques ao feminismo, à esquerda e ao STF. Ele se tornou conhecido após gravar jingles em apoio à candidatura de Jair Bolsonaro à presidência. "Vai resgatar o nosso orgulho de ser brasileiro, vai fazer comunista se esconder o tempo inteiro e a família eles vão ter que respeitar", diz a peça de campanha. 
Em setembro do ano passado, uma música de Tales Volpi chegou a ser alvo do Ministério Público Eleitoral de Pernambuco. O MPE-PE entrou com representação na Justiça Eleitoral pedindo o impedimento da reprodução do "Proibidão do Bolsonaro" , paródia do funk "Baile de Favela" do MC João durante a carreata "Marcha da Família com Bolsonaro", organizada pelo atual presidente do Luciano Bivar (PSL).
A letra, do MC Reaça, compara mulheres a cadelas e faz críticas à CUT e a políticos como Ciro Gomes, que disputava a Presidência pelo PDT, e à então candidata a vice-presidência Manuela D'Ávila (PCdoB).

Tales Fernandes era casado e teria uma relação extraconjugal com a agente de viagem. A agressão teria vindo após o anúncio de uma gravidez por parte da agente de viagem. Mas a informação da gravidez foi descartada em teste feito no hospital.
O presidente Jair Bolsonaro usou as redes sociais para lamentar a morte de MC Reaça no domingo. “Tales Volpi, conhecido como Mc Reaça, nos deixou no dia de ontem. Tinha o sonho de mudar o país e apostou em meu nome por meio de seu grande talento. Será lembrado pelo dom, pela humildade e por seu amor pelo Brasil. Que Deus o conforte juntamente com seus familiares e amigos”, escreveu.
No domingo, a família não divulgou a causa da morte. Nesta segunda-feira, a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo informou que o caso foi registrado no sábado como suicídio pela delegacia de Valinhos. O corpo do jovem foi encontrado à beira de uma rodovia. 
 

Comentários