Raquel diz que Lava Jato tem apoio 'institucional e administrativo' da PGR

Anúncio foi feito durante reunião com oito procuradores da força tarefa de Curitiba

Por ESTADÃO CONTEÚDO

Procuradora-geral da República, Raquel Dodge, declarou que há suspeita de ação orquestrada: "O que percebemos é que há sinais disso, há elementos que justificam a abertura de inquéritos"
Procuradora-geral da República, Raquel Dodge, declarou que há suspeita de ação orquestrada: "O que percebemos é que há sinais disso, há elementos que justificam a abertura de inquéritos" -
Brasília - Em meio a divulgação de supostas mensagens de membros da Lava Jato, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, disse em reunião com oito procuradores da força tarefa de Curitiba que a operação tem apoio "institucional e administrativo" da Procuradoria Geral da República (PGR).

A conversa durou cerca de três horas e ocorreu a portas fechadas Dodge se reuniu com o coordenador da força-tarefa da Lava Jato, Deltan Dallagnol, e outros sete investigadores da operação na sede da PGR em Brasília. É o primeiro gesto de Dodge em defesa da operação desde o início das divulgações das reportagens do site Intercept.

Apesar do afago institucional, que será feito em nota oficial da PGR, Dodge não fez declarações públicas sobre o caso. Tanto a procuradora-geral quanto os membros da Lava Jato não falaram com a imprensa. A sinalização de Dodge aos investigadores ocorre num momento em que ela tenta ser reconduzida ao cargo pelo presidente Jair Bolsonaro apesar de não estar na lista tríplice do cargo.

O site The Intercept Brasil divulgou supostos diálogos que mostram que o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, e Deltan Dallagnol discutiam processos em andamento e comentavam pedidos feitos à Justiça pelo Ministério Público Federal enquanto integravam a força-tarefa da Lava Jato.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários